Arthur da Tavola

Última semana de março tributo a Beth Carvalho na programação cultural

Confira toda a programação cultural disponível pela Secretaria Municipal de Cultual. Para acessar os ingressos, basta clicar em: linkin.bio/cultura_rio 

ZONA SUL

Teatro de Fantoches e Marionetes Carlos Werneck de Carvalho

Av. Infante Dom Henrique s/no, Flamengo

SIGA @teatrocarloswerneck.rio

Espetáculo “Nós”

O espetáculo “Nós”,  levará ao palco uma teia de 17 histórias reais, de superação física, emocional ou espiritual, narradas pelos próprios integrantes a partir de seus traumas, medos e superações em relação ao ciclo de vida e morte.

Sáb (30/03), às 14h. Grátis. Livre.

Espetáculo “Fabulosas delicadezas dos elefantes”

A história parte da viagem de um menino chamado Luno, que veio da lua como seu nome sugere. Ao sofrer uma perda, se sente muito triste e sozinho, e o destino o leva a morar num orfanato. “Fabulosas delicadezas dos elefantes” retrata o lado verdadeiro dos encontros da vida com seus altos e baixos.

Sáb (30/03) e dom (31/03), às 11h. Grátis. Livre.

Teatro Domingos Oliveira 

Planetário do Rio de Janeiro: Av. Padre Leonel Franca 240, Gávea 

SIGA @teatrodomingosoliveira_ 

Espetáculo “Entre Franciscos, o papa e o santo”

“Entre Franciscos, o Santo e o Papa”, começa com o Papa Francisco aparentando cansaços com os problemas cotidianos e entrando em uma lavanderia, que ele mesmo mandou construir, para a população em situação de rua.

O Papa ao entrar, percebe que há um homem olhando para uma das máquinas de lavar e aguardando. O diálogo se inicia. As respostas do homem que aguarda são respostas parecidas com os textos de São Francisco de Assis. O Papa imagina ser impossível esse encontro. O homem que aguarda canta algumas músicas de Francisco. O cenário do barulho das máquinas parece querer abafar os barulhos do mundo que ensurdecem os diálogos e os sentimentos. A personagem Papa retrata a sensibilidade do Papa Francisco e o seu amor aos mais vulneráveis. O mesmo sentimento que marca a vida e a obra de São Francisco de Assis.

Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 07/04. R$ 30 a R$ 60. Livre.

Espaço Cultural Sérgio Porto

Rua Visconde de Silva, ao lado do no 292, Humaitá

SIGA @espacosergioporto.rio

ESTREIA- Espetáculo “Mariposas Amarillas”

Contando as histórias de mulheres latino americanas inspiradas em histórias cariocas, Mariposas Amarillas aposta no compartilhamento de saberes como linguagem. Inspiradas em histórias reais de seis organizações: Meninas Da Gamboa, Aldeia Vertical, Tia Márcia do Borel, Prepara Nem, Quilombo Ferreira Diniz, Cozinha Solidária, as atrizes trazem para o teatro histórias de luta, resistência, sobrevivência, luto, alegria e legado. 

ESTREIA- Qui (28/03), às 20h. De qui a dom, às 20h. Até 14/04. De R$ 5 a R$ 30. 14 anos.

Teatro Café Pequeno

Av. Ataulfo de Paiva 269, Leblon

SIGA @teatrocafepequeno.rio

Espetáculo “Eu Não Sou Harvey – O Desafio das Cabeças Trocadas”

Um ator aceita o desafio de viver Harvey Milk, o primeiro homossexual assumido a ser eleito para um cargo público nos EUA. Em 50 minutos, o ator percorrerá uma trajetória inusitada, que vai do Brasil colonial, até o assassinato de Harvey em 1978. Durante esse tempo, ele tentará provar a tese sobre o seu assassinato.

Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 31/03. R$ 25 a R$ 50. 14 anos.

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)

Est. Santa Marinha s/no, Gávea

SIGA @mhc.rio

Inauguração do Pavilhão Maxwell Alexandre 3

Maxwell Alexandre irá inaugurar o Pavilhão Maxwell Alexandre 3 no Casarão do Museu Histórico da Cidade. A nova exposição terá cerca de dez trabalhos inéditos que marcam a estreia de uma nova série de Maxwell, chamada Clube.

Em 2023, o artista inaugurou o primeiro Pavilhão Maxwell Alexandre em São Cristóvão, dedicado a apresentar obras mais experimentais e com independência da agenda de instituições. O segundo espaço, inaugurado no mesmo ano e localizado na Via Ápia, na favela da Rocinha, apresentou a série Entrega: one planet. one health. Atualmente, o Pavilhão 2 apresenta novas pinturas desta mesma série, além do vídeo Bifinho —o espaço fica aberto até 20 de março.

Sáb (30/03), às 11h. Grátis. Livre.

Visita mediada à exposição principal

Visita guiada pela equipe educativa do MHC à exposição principal.

Todo sábado, às 11h e às 15h, e todo domingo, às 15h. Grátis. Livre.

Celebração na Capela de São João Batista

Todo domingo, às 10h. Grátis. Livre.

Exposição Principal do Museu Histórico da Cidade

Ter a dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

Visitação à Capela de São João Batista

Sáb e dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

ZONA NORTE

Centro da Música Carioca Artur da Távola

Rua Conde de Bonfim 824, Tijuca 

SIGA @centrodamusicacarioca 

Show de lançamento “Desato”, de Katarina Assef 

Katarina Assef apresenta o show de lançamento do álbum “Desato”, com obras integralmente autorais. As canções abarcam rica diversidade de ritmos brasileiros, do samba-jazz ao maracatu, baião, bossa-nova, ciranda e outros. Os caminhos harmônicos densos e as poesias imagéticas são marcas da compositora. A temática da performance aponta fragilidades da humanidade e sua urgente necessidade de mudança. São atravessadas questões atuais como o feminino, a desigualdade de gênero, a responsabilidade afetiva e mais, em um convite provocante para olharmos para dentro. Escancarando que toda transformação começa em nós mesmos, as músicas envolvem todos em um catártico desato coletivo. Na formação, voz, violão, piano, baixo, bateria e percussão se unem para compor a sonoridade do show.

Qui (28/03), às 19h. R$ 20 a R$ 40. Livre.

Show “Brasil de Todos os Santos” de Ana Egito

O show Brasil de Todos os Santos mostra a diversidade do aspecto da religiosidade no Brasil, através da Arte da música brasileira, de compositores que se consagraram pelo teor e importância de suas obras.

Hoje, mais do que nunca, podemos constatar a importância da Arte no cotidiano, buscando assim, elevar o pensamento, a fé, a esperança e a alegria de viver.

O roteiro do show Brasil de Todos os Santos, retrata a necessidade do encontro com Deus,  seja qual for o modo e o meio desse encontro, o que torna possível a mistura de canções de amor, das feridas causadas por mazelas ou pelo êxtase de um encontro mais do  que carnal, como vemos em “Último Desejo (Noel Rosa),  o encontro entre religiões, como os afro-sambas compostos por Vinicius de Moraes e Baden Powell que representam o Candomblé Baiano e a Umbanda representada na música “Meu Pai Oxalá de Toquinho e Vinícius.

Sex (29/03), às 19h. R$ 20 a R$ 40. Livre.

Show “Tributo a Beth Carvalho”, de Rhê Guimarães 

Reconhecendo a grandeza do trabalho da cantora, compositora e instrumentista Beth Carvalho, e sua representatividade no cenário musical e do samba popular de melhor qualidade, Rhê Guimarães idealizou o show Tributo à Beth Carvalho.  O show visa manter cada vez mais acesa a memória da ilustre artista, suas raízes e frutos, e levar alegria ao seu público saudoso, com muito entusiasmo e vibração contagiantes. 

Sáb (30/03), às 17h. R$ 25 a R$ 50. Livre.

Clássicos Domingos apresenta apresenta Renata Neves e Maria Clara Valle

No show Maria Clara Valle e Renata Neves interpretam músicas autorais e arranjos originais de compositoras mulheres. No duo de violino e violoncelo, as musicistas se inspiram na música popular brasileira para criar acompanhamentos, contrapontos e improvisações que expandem os horizontes sonoros desses instrumentos a partir da trajetória musical das artistas. No repertório as músicas de autoras consagradas como Chiquinha Gonzaga e Violeta Parra se misturam às composições das próprias instrumentistas e de compositoras da atualidade como Aline Gonçalves, Joana Queiroz e Carol Panesi.

Dom (31/03), às 11h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

Domingo das crianças apresenta qinti companhia em “Canções para afastar o medo – Contos e acalantos latino americanos”

“Canções para afastar o medo – Contos e acalantos Latino Americanos” é uma criação da QINTI Companhia para todas as idades. A peça apresenta uma linguagem lúdica e intimista para toda a família intercalando teatro, narração de histórias, animação de formas têxteis e cantigas de ninar indígenas de nosso continente, interpretadas pela narradora e atriz peruana Rosana Reátegui e pela cantora e compositora uruguaia Natalia Sarante.

Dom (31/03), às 16h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

Quartas Acústicas apresenta “Cantar é Sina”, de Rubinho Jacob 

No show “Cantar é Sina”, Rubinho Jacob apresenta canções autorais compostas nesses mais de 40 anos de carreira, além das canções de compositores que o influenciaram nessa sua trajetória de muita MPB e outros estilos tantos que cantou. Farão parte do roteiro, músicas do álbum gravado na Itália em 2009 (onde viveu por 20 anos) e também canções mais novas, compostas nos últimos anos.

Qua (03/04), às 19h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

Exposição “Música Brasilis”

Uma viagem pelos 500 anos da música no Brasil. Essa é a proposta da exposição interativa realizada pelo Instituto Musica Brasilis, sob a curadoria de Rosana Lanzelotte e traz a primeira linha interativa que mostra momentos emblemáticos e os músicos através de exemplos dos seus repertórios, por meio de instrumentos musicais, vídeos e instalações interativas.

Ter a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre.

Arena Cultural Fernando Torres
Bernardino de Andrade, 200 – Madureira

SIGA @arenafernandotorres

Show “R&B Brasil”

Neste espetáculo, Daniel Cruz levará os espectadores a uma viagem musical através de canções características do gênero, trazendo à tona nomes consagrados como Sandra de Sá, Djavan e Tim Maia, que marcaram gerações com suas músicas inesquecíveis. 

O projeto se estende para uma ação formativa que se desdobra em uma roda de conversa sobre acessibilidade no mercado artístico e cultural com convidadas e profissionais com deficiência atuantes na área, oferecendo conhecimento e promovendo a diversidade de forma gratuita.

Sáb (30/03), às 17h30. Grátis. Livre.

Arena Cultural Carlos Roberto de Oliveira – Dicró 

Parque Ary Barroso – Entrada pela Rua Flora Lôbo s/nº, Penha Circular 

SIGA @arenadicro 

Contação de Histórias

Do que se alimentam as histórias? Você já parou para pensar como as histórias sobreviveram às gerações e como nossos ancestrais cuidaram com sabedoria e responsabilidade para que as histórias preciosas não se perdessem no tempo? A arte educadora e contadora de histórias Ellen Grace compartilha a grande colheita de deliciosas histórias colhidas no coração ancestral da nossa mãe África. 

Sáb (30/03), às 10h. Grátis. Livre.

Cineclube Adélia Sampaio

O Cineclube Adélia Sampaio traz o Feminismo como pauta para o mês das mulheres, com os filmes: Mucamas, que conta a história da vida de mulheres que são ou já foram empregadas domésticas. Seremos ouvidas, Gabriela, Celma e Klicia, três mulheres surdas, compartilham suas lutas e trajetórias no movimento feminista surdo e Verde Esperanza, um registro da luta pelo aborto legal a partir da experiência brasileira, argentina e colombiana.

Sáb (30/03), às 14h. Grátis. 12 anos.

Ocupação Galeria L –  “Artcorre –  Um olhar da Z.O”

O coletivo Meio Fio Galeria apresenta a exposição Artecorre – um olhar da Zona oeste com objetivo de contribuir para a democratização da arte, promovendo o processo de ocupação desses espaços e potencializando o trabalho de artistas periféricos da Zona Oeste.

Ter a dom, às 10h. Até 30/04. Grátis. Livre.

Areninha Cultural Terra
Marcos de Macedo, s/nº – Guadalupe

SIGA @acmterra

Bazar Colaborativo

A Artesã Marina Araújo coordena um grupo de artesãs e customizadoras em uma feira de brechó e artesanato.

Ter ( 02/04), às 8h. Grátis. Livre.

Areninha Herbert Vianna 

Rua Ivanildo Alves, s/n° – Nova Maré- Maré 

SIGA @areninhadamare

Exibição “Cinerabiola – MARIA”

Cinerabiola é uma atividade que consiste na exibição de filmes para crianças, trabalhando diversas temáticas com eles a partir de uma conversa que sucede ao filme.

Seg (01/04), às 18h. Grátis. Livre.

ABERTURA- Exposição “Passa a visão”

Esta exposição montada na areninha é o resultado de uma oficina de fotografia que foi ministrada na areninha, e os alunos envolvidos no processo deixaram fotos que tiraram ao longo do curso para exposição como forma de ‘trabalho final’.

ABERTURA- Seg (01/04), às 9h. Até 30/04. Grátis. Livre.

Lona Cultural Carlos Zéfiro

Av. Estrada Marechal Alencastro s/no, Anchieta

SIGA @lonaanchieta

Baile de Ritmos

Baile dos alunos da oficina de ritmos da Lona Cultural Municipal Carlos Zéfiro.

Sáb (30/03), às 17h. Grátis. 10 anos.

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro

Rua José Higino 115, Tijuca 

SIGA @ccoreograficorj 

CineCarioca Nova Brasília

Praça Nossa Senhora de Fátima, Rua Nova Brasília s/nº, Bonsucesso

SIGA @cinecariocanovabrasilia 

Exibição do filme “Os farofeiros 2”

Ter a dom, às 15h30, 17h30 e 19h30. R$ 5 a R$ 10. 12 anos. 

Exibição do filme “Duna 2

Ter a dom, às 21h40. R$ 5 a R$ 10. 14 anos. 

Biblioteca Euclides da Cunha

Praça Danaides s/nº, Cocotá – Ilha do Governador 

SIGA @bibliotecaeuclidesdacunha 

Troca-Troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

“Caixeiro Viajante”: Doação de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre. 

Biblioteca João do Rio

Av. Monsenhor Félix 512, Irajá 

SIGA @bibliotecajoaodorio 

Troca-troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre. 

Pegue e Leve: distribuição de livros 

Seg a sex, das 9 às 17h. Grátis. Livre. 

ZONA OESTE

Cidade das Artes

Av. das Américas 5300, Barra da Tijuca 

SIGA @cidadesdasartes_ 

Exposição 3ª Bienal Black: “Fluxos (in)Fluxo: Transitoriedade, Migração e Memória”

Atração reúne artistas emergentes e propõe curadoria colaborativa com foco na visibilidade de mulheres negras na cena artística brasileira. Evento traz exposições em seis espaços da capital fluminense e programação virtual.evento que tem como objetivo dar visibilidade ao trabalho de artistas emergentes, principalmente mulheres. As exposições reúnem mais de 270 trabalhos de 225 artistas de todo o país e do exterior, divididos em seis espaços da cidade e programação virtual.

Segunda a Domingo, das 10h às 18h.  De 28/03 a 30/04. Grátis. Livre.

Debate 3ª Bienal Black: “Artistas (em) Conversação com o tema Conexões e Interseções na Arte I”, com a participação de Oscar Ambrosia, Cris Marcos e convidados.

Quinta-feira (28/03), às 14h. Grátis. Livre.

Show de Comédia “Stand-up Ninguem se importa” de Afonso Padilha

Afonso Padilha começou no Stand Up Comedy no fim do ano de 2009 fazendo open mic. Em 2011 entrou como convidado fixo do grupo Santa Comédia (primeiro grupo de stand up do sul do Brasil formado por Léo Lins, Fábio Lins e Marco Zenni) e começou a viajar pelo Brasil participando dos melhores shows do circuito. Participou dos maiores festivais de comédia do país: Risológico, Risorama, Risadaria e Virada Cultural paulista – palco stand up.

Sáb (30/03), às 21h. (sessão extra às 19h). R$ 50 a R$ 180 .16 anos.

Musical “Luiz e Nazinha – Luiz Gonzaga para crianças”

O espetáculo conta passagens da infância de Luiz Gonzaga no interior do Nordeste, com destaque para a descoberta do amor, quando o jovem Luizinho (Pedro Henrique Lopes) se apaixona por Nazinha (Aline Carrocino), filha de um coronel que não permite o namoro deles.

O resultado é uma fábula de amor inocente, voltada para toda a família, embalada por grandes sucessos do músico, como “Asa Branca”, “Que Nem Jiló”, “Baião”, “O Xote das Meninas”, “Olha Pro Céu”, entre outros.

Sáb e Dom, às 16h. Até 31/03. R$ 15 a R$ 60. Livre.

Espetáculo “Gênero: Livre”

Você é sempre a mesma pessoa? Você se comporta da mesma maneira em todo lugar? Não estamos sempre nos modificando, mudando de aparência, ideias e pontos de vista? Por que a sociedade, então, não se cansa de cobrar padrões de comportamento masculinos e femininos? Essas perguntas e reflexões sempre nortearam a vida e a carreira de Christiana Guinle, artista de gênero fluido, que reestreia o monólogo “Gênero: Livre”.

Com texto de Pedro Henrique Lopes e direção de Ernesto Piccolo, a peça parte de episódios da vida da atriz para construir uma narrativa sobre gênero, que vai dos preconceitos arraigados no nosso dia a dia aos debates sobre liberdade em um mundo pós-gênero.

Sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 31/03. R$ 25 a R$ 50. 12 anos.

Show de Comédia Stand-up “Kd o Show”, de Daniel Lopes e Kwesny

Representando o subúrbio do Rio de Janeiro e a Baixada Fluminense, os artistas fazem comédia desde 2012 com shows de stand up por todo o Rio de Janeiro e outros lugares do Brasil.

Nesta trajetória de “viver da comédia”, eles acumularam muitas histórias e experiências que trazem ao palco para descontrair e divertir a plateia contextualizando suas vivências, gerando identificação e certa dose de nostalgia.

Sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 27/04. R$ 25 a R$ 70. 16 anos. 

Exposição Permanente “Maquete de Lego do Rio de Janeiro”

A maquete do Rio de Janeiro feita totalmente em LEGO foi construída para homenagear de forma criativa e inusitada a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e ficará exposta permanentemente na Cidade das Artes como legado cultural. A construção destaca os 25 importantes ícones da cidade como o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor, os Arcos da Lapa, o Maracanã, entre outros.

Seg a dom, das 10h às 18h.Até 31/12/2026.  Grátis. Livre.

*O funcionamento da LEGO está sujeito à alteração em decorrência dos eventos realizados na Cidade das Artes. Mais informações: 3325-0102

Areninha Cultural Sandra Sá 

Rua Doze 1, Santa Cruz 

SIGA @areninhasandrasa 

Domingo Recreativo para crianças

Um domingo cheio de brincadeiras, desenhos e músicas com as crianças moradoras do entorno do equipamento.

Todo domingo, às 11h. Grátis. Livre.

Areninha Cultural Gilberto Gil 

Av. Marechal Fontenele 5.000, Realengo

siga @lonaggi

Concurso “Musa plus size verão carioca”

O “Concurso Musa Plus Size Verão Carioca” surgiu como uma ideia em 24 de junho de 2019 a partir de rodas de conversa de Kátia Mond, que, por experiências negativas pessoais, decidiu criar este concurso com intuito de alavancar o empreendedorismo e empoderamento feminino, visando especialmente a inclusão social e demonstração da beleza da mulher gorda, contando com a participação de mulheres com manequim acima do 46, entre 17 e 60 anos e moradoras do Rio de Janeiro.

Sáb (30/03), às 18h. R$ 20. Livre. 

Feira Comunitária de Artesanato e Gastronomia

Quintas, às 15h. Grátis. Livre.

CENTRO

Parque Glória Maria

Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa 

SIGA @parquegloriamaria 

ABERTURA- Exposição “A casa que carrego”

O conceito simbólico da exposição propõe a arte como espaço do sensível, convidando os espectadores a uma experiência participativa e reflexiva. Em vez de consumir passivamente, desafiamos os observadores a interpretar, questionar e participar ativamente na criação de significado. “A Casa que Carrego” é uma exposição livro-aberto, convidando todos a se envolverem na narrativa visual e poética que se desdobrará diante de seus olhos.

ABERTURA- Sáb (30/03), às 9h –  Ter a dom, às 9h. Até 19/05. Grátis. Livre.

Gravação DJ Set Doguez

Gravação de DJ set do Doguez com entrada livre.

Qua ( 03/04), às 16h. Grátis. Livre.

Exposição “Cromatografia do Tempo”

A mostra busca explorar a fotografia como uma construção do tempo e do espaço, utilizando a cromatografia como fio condutor para expressar nuances temporais e cromáticas nas obras.

Ter a dom, às 9h. Até 16/05. Grátis. Livre.

Exposição “Nem tudo que parece é Ruína”

O projeto “Nem tudo que parece é Ruína” é um convite aos visitantes do Parque Glória Maria a mergulhar no universo do ateliê de pintura, onde a criação e inovação se encontram com aspectos contemporâneos na ativação de seus espaços durante o período da mostra.

Magila apresenta uma série inédita de pinturas intitulada “Entre” que lança mão por meio de artifícios do fazer da própria linguagem da pintura um olhar atento as paisagens cotidianas, de uma vegetação que teima em crescer entre lacunas de concreto, de tijolos, frestas onde não existe “quase” um espaço para a natureza

Ter a dom, às 9h. Até 14/04. Grátis. Livre.

Exposição Fotográfica “Santa Teresa – Memórias, Sonhos & Reflexões”

O bairro carioca de Santa Teresa sempre foi considerado uma cidade pequena, cercada por uma cidade grande, devido às suas diversidades culturais, sociais, étnicas, religiosas e artísticas. Com seu casario ao estilo do Rio Antigo e ladeiras sinuosas por onde passa o bonde, Santa Teresa é um dos mais pitorescos e bucólicos bairros do Rio de Janeiro. Memórias de Santa Teresa é um retrato pelo fotógrafo Roberto Cuíca, fundador e colaborador constante do Cineclube de Santa Teresa, durante 10 anos consecutivos, desde 1974.

Ter a dom, às 9h. Até 24/03. Grátis. Livre.

Troca-troca de livros 

Ter a dom, das 9h às 18h. Grátis. Livre. 

Centro de Artes Calouste Gulbenkian 

Rua Benedito Hipólito 125, Praça XI / Centro 

SIGA @caloustegkoficial 

Palestra “Afro Fashion Rio

Resultado do prêmio Ubuntu de Cultura Negra, o evento conta com palestra para empreendedores afro que atuam no mercado da moda. 

Qui (28/03), às 14h. Grátis. Livre. 

Bienal Black

A 3ª edição da Bienal Black constrói um fluxo a ser percorrido em seis centros culturais, de março a maio de 2024. Sob o tema “Fluxos (in) Fluxo: transitoriedade, migração e memória”. A exposição coletiva tenciona o discurso decolonial”, promovendo um diálogo reflexivo sobre as histórias, experiências e contribuições de artistas e seus movimentos para a cena cultural brasileira, equilibrando narrativas de gênero e raça.

Seg a Sex, das 8h às 20h30. Até  31/05 Grátis. 14 anos. 

Teatro Ruth de Souza

Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa 

SIGA @teatroruthdesouza

Show “Repousa”

Repousa é o elo que une dois amigos, companheiros de longa data, que têm um amor em comum e ao mesmo tempo incomum: a música. Numa imersão de energia taurina e aquariana, ÀRT e Vini Del Rio, se encontram num show com dois atos, um acústico e um com banda, em que fazem de suas trajetórias paralelas, uma experiência única, com suas vozes potentes, letras que permeiam os amores e desamores LGBT+ e muita musicalidade preta.

Sex (29/03), às 19h. R$ 30. 14 anos.

Espetáculo “Um Menino Príncipe no Brasil”

Simbu é um príncipe africano que vem ao Brasil para resgatar seu pai, o rei Kikomoã que foi escravizado. Chegando ao Rio de Janeiro, encontra com o príncipe D. Pedrinho e com Curuca, um menino indígena filho do cacique. Este encontro promoverá desafios a serem enfrentados por estes três pequenos “príncipes” .

Sáb e dom, às 11h. Até 31/03. R$ 15 a R$ 30. Livre.

Teatro Gonzaguinha

Rua Benedito Hipólito 125, Centro

SIGA @teatrogonzaguinha.rio

Espetáculo “Juiz de paz na roça”

O grupo Companhia Carioca de Pesquisa Teatral vai trazer um espetáculo teatral de um dos maiores comediógrafos do Brasil, Martins Pena.

Martins Pena é considerado o nosso Molière brasileiro, com muito humor ele critica a sociedade brasileira, seu clero, sua política, e sua educação do século XIX que faz com que a montagem, mostre ao público de hoje que na verdade pouca coisa mudou.

Sex (29/03) e sáb (30/03), às 19h. R$ 13 a R$ 30. Grátis. 12 anos

Museu do Amanhã

Praça Mauá 1, Centro 

SIGA @museudoamanha 

Exposição “Sentir Mundo – Uma Jornada Imersiva”

A exposição “Sentir Mundo” convida o público a embarcar em uma jornada imersiva por três áreas temáticas: No Dossel da Floresta; Por dentro do Solo; A Dança dos Insetos. Em cada uma delas, imagens, sons, texturas e aromas ativam os sentidos, no intuito de aproximá-lo da perspectiva que outras espécies têm do meio onde habitam. Confiando no olfato, que é um poderoso desencadeador de emoções, os visitantes poderão se reconectar com a realidade fascinante de outros seres vivos, testemunhando de perto o seu entorno, o cotidiano e as surpreendentes interdependências. O painel também será integrado à premiada experiência VR Amazônia Viva, desenvolvida pelo IRI-Brasil (Iniciativa Inter-Religiosa pelas Florestas Tropicais).

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 02/06. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição “Arte de código aberto”

Um convite para o público experimentar as relações entre arte e tecnologia e criar suas próprias obras generativas.

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição principal do Museu do Amanhã 

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Museu de Arte do Rio (MAR)

Praça Mauá 5, Centro 

SIGA @museudeartedorio 

Ação “Ludoteca  MAR 11 anos”

A ação que ocorre na Biblioteca todo último sábado do mês com jogos e dispositivos criados pelos educadores do MAR convida a jogar e rememorar atividades presentes na Escola do Olhar ao longo de 11 anos de história.

Sáb (30/03), às 14h. Grátis. Livre.

Exposição “Abolicionistas Brasileiras”
Abolicionistas Brasileiras é parte da programação artística do Instituto Artistas Latinas, que tem entre suas ações, uma plataforma internacional de mapeamento de artistas contemporâneas em toda a América Latina, atuando como força de inserção de artistas mulheres emergentes no sistema da Arte. Na mostra, o protagonismo feminino negro durante a luta contra a escravização no Brasil é representado através de personalidades como: Adelina, Anastácia, Aqualtune, Esperança Garcia, Luiza Mahin, Maria Felipa, Maria Firmina dos Reis e Maria Tomásia Figueira Lima. A série de trabalhos apresentados foi realizada junto à Coleção Japu e traz obras de oito artistas contemporâneas brasileiras: Guilhermina Augusti, Renata Felinto, Sheyla Ayo, Stefany Lima, Mariana Maia, Roberta Holiday, Thais Iroko e Thaís Basílio.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). R$ 10 a R$ 20.  Até 30/06. Livre.

Exposição “Rio Carnaval” 

Com curadoria do cenógrafo, arquiteto e artista Gringo Cardia e do historiador e escritor Luiz Antônio Simas. A mostra ocupará dois ambientes do museu abrigando cabine de projeção, oitenta telas, Essa criteriosa seleção foi feita a partir de um vasto material, com mais de 800 fotos e muitas horas de imagens em vídeo.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). R$ 10 a R$ 20.  Até 19/05. Livre.

Exposição “Funk: um grito de ousadia e liberdade”

A temática apresenta e articula a história do funk, para além da sua sonoridade, também evidenciando a matriz cultural urbana, periférica, a sua dimensão coreográfica, as suas comunidades, os seus desdobramentos estéticos, políticos e econômicos ao imaginário que em torno dele foi constituído. 

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 20. Livre.

Visita Bebês no MAR Funk

A visita de Bebês no MAR oferece aos bebês de 0 a 2 anos e seus familiares uma experiência imersiva e sensorial a partir das exposições do MAR. As visitas ocorrem no Pavilhão de Exposições em duas sessões.

Sáb (30/03), às 10h. Grátis. Livre.

Memorial Municipal Getúlio Vargas

Praça Luís de Camões s/nº, Glória 

SIGA @memorialgetuliovargas 

Exposição permanente Getúlio Vargas 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Troca-troca de livros 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Centro de Arte Hélio Oiticica

Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro 

SIGA @cma.heliooiticica 

Exposição Bienal Black

A 3ª Bienal Black Brazil Art é um projeto nômade que busca descentralizar e  mapear a produção de artes de expressões afro-brasileiras produzidas por mulheres e  minorias e abre a discussão sobre o tema Fluxos (in) Fluxo: Transitoriedade, Migração e  Memória abordando a complexa teia de relações e experiências que envolvem a  migração e a mobilidade humana com efeitos na memória e identidade e no senso de  pertencimento. 

Seg a sáb, das 10h às 18h Até a 25/05. Grátis. Livre.

Exposição “Fé Menina, Águas Uterinas”

Fé menina é o movimento de confluência das águas, das emoções, dos ciclos lunares, com corpo feminino. As águas uterinas desaguam nos ritos de passagens, criar, gerar, parir, nutrir, sustentar a liquidez da vida morte vida a cada lua. Mulheres oceânicas ritualizando o cotidiano da sobrevivência nesse tempo espiralar, o benzimentos das Avós, Mães Ancestrais que sopram em nossa intuição memórias do mar, rio, cachoeira, mangue, lagoa, chuva, lágrimas, os espelhos d’água que são travessias da dor, das cicatrizes, das belezas, das forças, da fé, da linha que fia a história contada da anciã para menina ao trançar os cabelos e fabular novas paisagens.

Sábados, às 10h. Até 30/03. Grátis. 10 anos.

Exposição “Programa Hélio Oiticica” 

Uma plataforma experimental que coloca a obra do artista como um campo de experiências transdisciplinares em diálogo com obras de outros artistas de diferentes períodos. 

Seg a sáb, das 10h às 18h. Grátis. Livre. 

Biblioteca Annita Porto Martins

Rua Sampaio Viana 357, Rio Comprido 

SIGA @bibliotecaannitaportomartins 

Projeto Adote um Livro 

Todas as quintas-feiras, às 9h. Grátis. Livre. 

Troca-Troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

ATIVIDADES FORMATIVAS

(CURSOS, OFICINAS, WORKSHOPS)

OFICINAS FIXAS COM MATRÍCULAS ABERTAS NOS EQUIPAMENTOS:

ZONA SUL

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)

Est. Santa Marinha s/nº, Gávea 

SIGA @mhc.rio 

Oficina “Arte e Natureza”

A oficina de artes com educação ambiental, conduzida pela equipe educativa do Museu, oferece uma experiência interativa e enriquecedora que harmoniza a expressão artística com a conscientização ambiental.

Com uma duração máxima de 45 minutos, essa atividade convida participantes de todas as idades a embarcar em uma jornada única de aprendizado e autoexpressão. 

Durante a oficina, os participantes têm a oportunidade de mergulhar no mundo natural e explorar suas conexões com a arte visual. O enfoque principal reside na relação íntima entre o ambiente e a expressão artística, demonstrando como a natureza pode se tornar uma fonte inesgotável de inspiração criativa.

Todo domingo, às 9h30. Grátis. Livre.

CENTRO

Centro de Arte Hélio Oiticica

Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro 

SIGA @cma.heliooiticica 

COSMO HO – Visitas Mediadas

Adequado para pessoas de todas as idades, essas visitas oferecem um percurso em grupo com base na programação proposta pelo Programa Educativo. 

Todos os sábados, até 30/03. Sua inscrição é referente ao mês de março em dois horários: 14h (10 ingressos) e 16h (10 ingressos). Grátis.  Livre.

Curso de formação Poesia e Parangolés: Arte Pública em Diálogo

“O curso de formação Poesia e Parangolés: Arte Pública em Diálogo tem como objetivo trabalhar os conceitos de Arte Pública e educação libertária a partir da criação de um sarau de rua que reúne diferentes linguagens artísticas: literatura, teatro, música, dança e artes visuais.”

Segundas-feiras das 10h30 às 13h30. Até 29/04. Grátis. 16 anos.

Ateliê Poético-Conceitual: Estilhaços, Colagens, Constelações

O curso vai abordar a produção poético-conceitual dxs participantes, a partir de sessões de crítica e discussão coletivas orientadas pelo docente. Busca-se fortalecer posturas inconformistas e experimentais frente aos problemas urgentes da contemporaneidade

Toda quarta-feira, das 14h às 17h. Até 28/08 (exceto julho). Grátis. 18 anos.

Curso Contra-histórias da Natureza (Xenopoéticas)

O curso propõe pensar sobre a centralidade do conceito de Natureza no pensamento moderno e suas expressões na história da arte ocidental com o objetivo de evidenciar suas contra-histórias.

Quintas-feiras, das 14h Às 17h. Grátis. Livre.

Oficina “Ateliê fabular: Brincando com formas e texturas”
As oficinas artísticas possuem como objetivo apresentar de forma lúdica materiais e texturas existentes no mundo à nossa volta, desenvolvendo o olhar sensível. As oficinas serão ministradas pela artista educadora da sensibilidade Anna Bea Pessanha, idealizadora do Ateliê Fabular que busca a união entre artes, infância e natureza.

Segundas-feiras, às 14h. De 1° a 22/04. R$ 80 (todos os dias). Livre.

Curso Mirim de Escola de Samba, Axé e Outros Ritmos
Curso Mirim de Escola de Samba, Axé e outros Ritmos para crianças iniciantes e iniciados utilizando a prática em conjunto no processo de aprendizado. Instrumentos ensinados: surdos, caixa, tamborim, chocalho, agogô, entre outros.

Terças-feiras, às 16h. .Grátis. De 07 a 12 anos. 

Oficina “Seu Teatro Tem Valor” – Mentoria do Zero até a Montagem do seu Espetáculo Autoral Vendável


O Projeto tem por objetivo ser uma mini incubadora para ajudar o participante a criar um espetáculo autoral que discuta temas relevantes e que também gere receita financeira para o artista.

Quartas-feiras, às 14h. De 03 a 24/04. R$ 80 (todos os dias). 18 anos.

Oficina de Colagem sobre Escola de Samba

Unido a ludicidade das colagens em papel ao universo carnavalesco, a Oficina de Colagem sobre Escolas de Samba é um convite à valorização da cultura carnavalesca através da imersão nas técnicas de colagem analógica.

Terças-feiras, 10h30. De 02 a 16/04. R$ 20 a R$ 40. Livre.

ZONA NORTE

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino 115, Tijuca
SIGA @ccoreograficorj 

Aula Baile + Mulher “Segue o Baile”

Uma homenagem à data que simboliza a construção histórica da mulher e toda a sua representatividade social, através da cultura imaterial como um instrumento de agregação, sociabilidade e bem-estar.

Durante o evento, contaremos com a colaboração de DJs, interagindo com o público para abertura da pista. Assim como, com uma profissional, que através de uma linguagem simplificada, conduzirá o ensinamento dos passinhos de simples coordenação para facilitar o desempenho motor e a memorização do público. Desse modo, ao final, todos poderão praticar os ensinamentos de modo livre e descontraído.

Sáb (30/03) e Dom (31/03), às 15h30. R$ 15 a R$ 30. Livre. 

VI Ciclo do Grupo de Estudos do Centro Coreográfico: Feminismos, testemunhos, decolonialidades e dança

 Grupo de Estudos do Centro Coreográfico é uma atividade extensionistas realizada em parceria com o Departamento de Arte Corporal da UFRJ e o PPGDAN Programa de Pós-graduação em Dança da UFRJ. Desde de 2017 realizamos cinco edições  com temas variados como Dança e Dramaturgias, Corporalidades da América Latina, Educação Somática, dentre outros.

Para a retomada do VI Ciclo o tema Feminismos, testemunhos, decolonialidades e dança nos convoca a pesquisar ativamente o acervo da midiateca do Centro Coreográfico.

Encontros mensais, das 14h às 17h. Até 20/10  Grátis. 18 anos.

Curso somente para inscritos

inscrições em: https://centrocoreografico.wordpress.com/2024/03/06/vi-ciclo-do-grupo-de-estudos-do-centro-coreografico-feminismos-testemunhos-decolonialidades-e-danca/

Arena Cultural Fernando Torres
Bernardino de Andrade, 200 – Madureira

SIGA @arenafernandotorres

Oficina de práticas corporais para dança-teatro

Oferecer aberta à população geral (maiores de 18 anos) e aos usuários da unidade de Saúde, o CAPS ad Paulo da Portela.

Qui (28/03), às 10h. Grátis. 18 anos. 

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *