Gente de Bem. Direcao Adriana Maia. CCBB-RJ - Soro
Coro das mulheres: Ana Achcar, Anna Wiltgen, Cami Boer, Dada Maia, Mariana Consoli,  Pamela Alves, Stefania Corteletti .
Coro dos homens: Xando Graça, Alexandre Damascena, Gilberto Góes, José Ângelo Bessa,  Miguel Ferrari,

Para o fim do mês, mais de 60 programações gratuitas na Cultura Rio!

A semana passou num piscar de olhos! E você já pode conferir a programação da cidade, com dicas culturais para todos os gostos e também regiões. 

O oferecimento das apresentações é pela Secretaria Municipal de Cultura, nos espaços públicos de todas as zonas do Rio. Tudo para você, carioca ou turista, aproveitar o que de melhor acontece nos palcos, mostras, shows e muito mais!

Então, se liga no que a gente selecionou e vem curtir o Rio! 

ZONA SUL

Espaço Cultural Sérgio Porto

Rua Visconde de Silva, ao lado do nº 292, Humaitá

SIGA @espacosergioporto.rio

Espetáculo “Gente de bem”

Criado a partir da seleção de seis contos de João Ximenes Braga retirados do livro “Necrochorume, e outros contos”, as histórias tratam criticamente de personagens e situações típicas da classe média branca brasileira.

A montagem, dirigida por Adriana Maia aposta no humor crítico, no olhar certeiro que aponta para o que há de mais ridículo nesses personagens, transformando o riso em reflexão. O texto de João Ximenes Braga é colocado em cena sem adaptação para o gênero dramático. Urina, Café, Uísque, Esgoto, Asco, Soro, seis histórias que nos convidam a refletir sobre nós e nossa sociedade.

Qui a dom, às 19h. Até 02/06. R$ 20 a R$ 40. 12 anos.

ABERTURA – Exposição “Avifauna Imaginária”

A exposição “Avifauna Imaginária”, da artista Anna Livia Taborda Monahan, consiste numa coletânea de obras feitas ao longo dos últimos anos. Seus quadros compostos por cenas surreais de tonalidade mágica, onírica e alquímica são conjunções de símbolos e referências do mundo da artista.

Qua a dom, das 16h às 21h. A partir de 25/05. Grátis. Livre.

Evento “CEP 20.000”

O Centro de Experimentação Poética – CEP 20.000 é um evento mensal multilinguagem que reúne poetas, músicos, performers, atores, atrizes, videomakers, entre outros, apresentando trabalhos quase sempre em processo de criação, que possibilitem interação com o público e com o espaço cênico.

Qua (29/05), às 19h30. R$ 10 a R$ 20. 16 anos.

Teatro Domingos Oliveira

Planetário do Rio de Janeiro: Av. Padre Leonel Franca 240, Gávea

SIGA @teatrodomingosoliveira_

Espetáculo “Mãe Arrependida”

O monólogo “Mãe Arrependida” é uma performance bem humorada e impactante, onde a maternidade é exposta de forma real e humana, a partir de argumentos sociais e históricos. A plateia é conduzida para uma viagem pelo lado sombrio e oculto da maternidade com o intuito de conscientizar sobre a questão da maternidade compulsória e seus desdobramentos na vida da mulher.

Sex e sáb, às 20h, e dom, às 19h. Até 02/06. R$ 25 a R$ 50. 14 anos.

Teatro Café Pequeno

Av. Ataulfo de Paiva 269, Leblon

SIGA @teatrocafepequeno.rio

ESTREIA – Espetáculo “Mão de Vaca”

A peça narra a história de Aragão, um viúvo de classe média obcecado por sua conta bancária. Visando engordar seus investimentos, Aragão sai em busca de arranjar casamentos para si e seus dois filhos adultos, Elisa e Clemente. Atravessando uma série frenética de quiproquós e intrigas teatrais, a peça aborda de maneira ácida os conflitos intergeracionais, a ambição social e a influência do Neoliberalismo nas relações interpessoais.

Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 02/06. R$ 20 a R$ 40. 16 anos.

Espetáculo “Mãe baiana”

Com texto criado a partir das escutas da filósofa Helena Theodoro, “Mãe Baiana” fala sobre relações e perdas, por meio de memórias preservadas pela oralidade. O espetáculo presta homenagem a Léa Garcia, que estrelou a versão audiovisual da peça em seu último trabalho artístico. O espetáculo faz parte da trilogia “Matriarcas”, ao lado de “Mãe de santo” e “Mãe preta”, idealizado pela atriz Vilma Melo e o produtor cultural Bruno Mariozz.

Ter (28/05), às 19h30. Grátis. Livre.

Teatro de Fantoches e Marionetes Carlos Werneck de Carvalho

Av. Infante Dom Henrique s/no, Flamengo

SIGA @teatrocarloswerneck.rio

Bloco “Noites Do Norte”

Com predominância dos ritmos paraenses como a guitarrada e o carimbó, o bloco traz no seu repertório cumbias, lambadas e bregas clássicos e autorais, criando misturas inusitadas com os ritmos do carnaval e do Sudeste em geral, formando um imenso caldeirão brasileiro, africano, indígena e europeu. O naipe de danças no chão e na perna de pau somam para uma experiência completa para quem deseja um evento animado, descontraído e recheado de riquezas culturais.

Dom (26/05), às 14h. Grátis. Livre.

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)

Est. Santa Marinha s/no, Gávea

SIGA @mhc.rio

Show “Quintal Mágico”

Trio de músicos que deseja compartilhar canções, danças e brincadeiras do universo infantil da raiz brasileira. Bethi Albano: voz, viola caipira e percussão; Dudu Godói: voz, flauta e percussão;Lars: voz e sanfona participação especial: Maria Clara.

Dom (26/05), às 11h. Grátis. Livre.

Show de forró

Desfrute de música ao vivo, aprenda alguns passos básicos e mergulhe na cultura vibrante do forró. Uma experiência imperdível para todos os amantes da música e da dança!

Dom (26/05), às 14h. Grátis. Livre.

Exposição “Clube” do Pavilhão Maxwell Alexandre 3

São cerca de dez trabalhos inéditos que marcam a estreia de uma nova série de Maxwell, chamada Clube. Em 2023, o artista inaugurou o primeiro Pavilhão Maxwell Alexandre em São Cristóvão, dedicado a apresentar obras mais experimentais e com independência da agenda de instituições. O segundo espaço, inaugurado no mesmo ano e localizado na Via Ápia, na favela da Rocinha, apresentou a série Entrega: one planet. one health.

Ter a dom, das 09h às 16h. Até 23/06. Grátis. Livre.

Visita mediada à exposição principal

Todo sábado, às 11h e às 15h, e todo domingo, às 15h. Grátis. Livre.

Celebração na Capela de São João Batista

Todo domingo, às 10h. Grátis. Livre.

Exposição Principal do Museu Histórico da Cidade

Ter a dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

Visitação à Capela de São João Batista

Sáb e dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

FEIRARTE – Praça General Osório

Sarau “Poesia para uma vida melhor”

Um convite à transformação por meio da poesia. Com cores acolhedoras e iluminação suave, criaremos um espaço que convida à introspecção e conexão. O ambiente será enriquecido com versos poéticos e obras de arte, destacando a expressão como uma jornada para uma vida mais plena.

Dom (26/05), às 14h. Grátis. Livre.

CENTRO

Museu de Arte do Rio (MAR)

Praça Mauá 5, Centro

SIGA @museudeartedorio

Exposição “Têta”, de Lidia Lisboa

Esculturas e instalações suspensas que, através de tramas e elementos têxteis, apresentam ao público a força da manufatura na arte contemporânea brasileira. Esse é o mote das obras criadas pela artista paranaense Lidia Lisbôa. A exposição apresenta cerca de 30 obras. Úteros, tetas, cordões umbilicais e cupinzeiros fazem parte da poética da artista.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 08/09. R$ 10 a R$ 20 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Visita Bebês no MAR – Bailinho do Fraldão

A visita de bebês no MAR oferece aos bebês de 0 a 2 anos e seus familiares uma experiência imersiva e sensorial a partir das exposições do MAR. As visitas ocorrem no Pavilhão de Exposições em duas sessões.

*é preciso fazer inscrição para participar, site museudeartedorio.org.br

Sáb (25/05), às 10h e 11h. Grátis. Livre.

Exposição “Nhe’ẽ Porã: Memória e Transformação”

A exposição “Nhe’ẽ Porã: Memória e Transformação” aborda a riqueza das línguas dos povos indígenas que vivem em território brasileiro através de experiências audiovisuais e interativas, objetos arqueológicos e etnográficos e obras de arte.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 14/07. R$ 10 a R$ 20 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Exposição “Pamuri Pati – Mundo de transformação”

Abertura da exposição individual da artista Daiara Tukano. “Pamuri Pati – Mundo de transformação” é a mostra individual da artista Daiara Tukano que apresenta uma retrospectiva da carreira da artista, com mais de 70 obras que falam sobre as transformações sociais que podem ser observadas pelas óticas do feminino e do próprio povo indígena.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 25/08. R$ 10 a R$ 20 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Exposição “Bloco do Prazer”

A celebração da festa nas manifestações coletivas e individuais, inspirada na música interpretada por Gal Costa nos anos 1980. Dividida em 11 núcleos, a mostra tem mais de 350 obras: entre pinturas, esculturas, fotos, vídeos e instalações de mais de 90 artistas brasileiros. Tem curadoria de Marcelo Campos, Amanda Bonan, Thayná Trindade, Amanda Rezende, Jean Carlos Azuos e do curador convidado Bitú Cassundé.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Exposição “Abolicionistas brasileiras”

Parte da programação artística do Instituto Artistas Latinas, que tem entre suas ações, uma plataforma internacional de mapeamento de artistas contemporâneas em toda a América Latina, atuando como força de inserção de artistas mulheres emergentes no sistema da Arte.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Exposição “Funk: um grito de ousadia e liberdade”

A temática apresenta e articula a história do funk, para além da sua sonoridade, também evidenciando a matriz cultural urbana, periférica, a sua dimensão coreográfica, as suas comunidades, os seus desdobramentos estéticos, políticos e econômicos ao imaginário que em torno dele foi constituído.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/08. R$ 10 a R$ 20 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Museu do Amanhã

Praça Mauá 1, Centro

SIGA @museudoamanha

Exposição “Sentir Mundo – Uma Jornada Imersiva”

Uma jornada imersiva por três áreas temáticas: No Dossel da Floresta; Por dentro do Solo; A Dança dos Insetos. Em cada uma delas, imagens, sons, texturas e aromas ativam os sentidos, no intuito de aproximá-lo da perspectiva que outras espécies têm do meio onde habitam.

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 02/06. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Exposição principal do Museu do Amanhã

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Teatro Correios Léa Garcia

Rua Visconde de Itaboraí 20, Centro

SIGA @teatrocorreiosleagarcia

Espetáculo “A jornada de um herói”

“A jornada de um herói” é um espetáculo teatral que debate assuntos como racismo estrutural, relações de trabalho abusivas e desigualdades sociais, através do solo narrativo (monólogo) e do gênero cômico, buscando ressignificar uma famosa estratégia narrativa chamada “jornada do herói”, cunhada pelo escritor, mitologista e professor universitário Joseph Campbell.

Qui a sáb, às 19h. Até 1º/06. R$ 10 a R$ 40. 12 anos.

Teatro Ruth de Souza

Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa

SIGA @teatroruthdesouza

Show “Conversação de paz – um tributo a Sérgio Ricardo”, de João Gurgel

“Conversação de Paz – Um tributo a Sérgio Ricardo” é uma homenagem, e também uma realização de construção artística, que dialoga com pessoas de todos os tipos, classe, raças e gêneros, abordando desta maneira, temas relevantes para o debate e reflexão social, através de um show singular com muito poder cênico e artístico.

Sex (24/05), às 19h. Grátis. 14 anos.

Show “Sinatra e Jobim – 65 anos da Bossa Nova”, de Áurea Martins e João Senise

Neste show inédito do lançamento do álbum “Áurea Martins e João Senise celebram Sinatra e Jobim”, os cantores apresentam novas versões das canções registradas por Sinatra e Jobim. Temas que marcaram gerações como “Garota de Ipanema”, “Dindi”, Água de Beber”, “Insensatez”, estão presentes no espetáculo. Com direção musical e arranjos do premiado maestro Gilson Peranzzetta, cinco vezes vencedor do Prêmio da Música Brasileira, o show ainda conta com a participação de Alexandre Cavallo (baixo acústico) e João Cortez (bateria).

Sáb (25/05), às 19h. Grátis. Livre

Evento “Primeiro Congresso de superação do mundo”

Pessoas de várias partes do Brasil têm reunião marcada para contar a própria história.

Dom (26/05), às 13h. Grátis. Livre.

Teatro Gonzaguinha

Rua Benedito Hipólito 125, Centro

SIGA @teatrogonzaguinha.rio

ESTREIA – Espetáculo “Eu-Ana”

Oiê laiá, abre ela quer passar! O espetáculo “Eu-Ana” reconstrói a história de Ana Davenga, do conto homônimo de Conceição Evaristo, através dos sonhos, memórias e conflitos das atrizes em cena. No enredo-vida a personagem tem sua trajetória mudada quando se apaixona e decide viver com Davenga. Nessa teia de escrevivências, vemos Ana refletida em meio às questões negras-femininas contemporâneas.

Qui a sáb, às 19h. Até 1º/06. R$ 10 a R$ 30. 16 anos.

Parque Glória Maria

Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa

SIGA @parquegloriamaria

ABERTURA – Exposição “Ofício Cromático – Uma Ação Poética”

A Exposição é uma performance onde a artista Paloma Carvalho vai criar e construir ao vivo uma instalação na Galeria Ruínas. Durante o período, acontecem desdobramentos da exposição. O vídeo do processo de performance, realizado no dia da abertura, será exibido, e ativações, como roda de conversa e visita mediada.

Ter a dom, às 9h. Até 23/06. Grátis. Livre.

Show “Caiçara de Leque”, de Maha Sati

O show idealizado pela cantora Maha Sati e sua jangada musical, Cacá Guifer, Thiago Suliano e Carlos Rufino, é um híbrido entre teatro e música. Nosso país é forjado por múltiplas culturas e este show é uma reflexão de nossas diversas linhas ancestrais. Poesias costuram canções, tendo como resultado uma estética afro-ibérica-brasileira

Sáb (25/05), às 16h. Grátis. Livre.

Show “Viva Sivuca!”

O show de lançamento do CD “Viva Sivuca” da pianista, cantora e compositora Claudia Castelo Branco, foi elaborado para levar ao público a diversidade e grandiosidade da obra de um dos maiores compositores brasileiros em uma formação inusitada, apenas de piano & voz, percussão e baixo.

Dom (26/05), às 16h. Grátis. Livre.

Exposição “Ruptura dos laços”

“Ruptura dos laços” é uma exposição fotográfica que aborda o estudo das estruturas e mudanças sociais. Dentro desse tema, é explorada a vivência individual numa exposição coletiva, onde cada fotógrafo vai expressar como a estrutura social influencia no seu trabalho e na sua percepção de arte.

Sáb e dom (25 e 26/05), às 9h. Grátis. Livre.

Feira Coletivo Cariocando

Feira de moda e artesanato com expositores da economia criativa carioca.

Sáb e dom (25 e 26/05), às 9h. Grátis. Livre.

Troca-troca de livros

Ter a dom, das 9h às 18h. Grátis. Livre.

Centro de Artes Calouste Gulbenkian

Rua Benedito Hipólito 125, Praça XI / Centro

SIGA @caloustegkoficial

Exposição da Bienal Black

A 3ª edição da Bienal Black constrói um fluxo a ser percorrido em seis centros culturais, até maio de 2024, promovendo um diálogo reflexivo sobre as histórias, experiências e contribuições de artistas e seus movimentos para a cena cultural brasileira, equilibrando narrativas de gênero e raça.

Seg a sáb, das 8h às 20h30. Até 31/05. Grátis. 14 anos.

Memorial Municipal Getúlio Vargas

Praça Luís de Camões s/nº, Glória

SIGA @memorialgetuliovargas

Encontro Carioca de Sanfoneiros

Idealizado e apresentado por Morais do Acordeon, o Encontro Carioca de Sanfoneiros é um tradicional evento musical, social e festivo que acontece mensalmente no Memorial Getúlio Vargas. Livre, gratuito e democrático, abrange gêneros musicais diversos e acolhe artistas de diferentes origens, bagagens culturais e níveis de formação.

Dom (26/05), às 14h. Grátis. Livre.

Exposição permanente Getúlio Vargas

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre.

Troca-troca de livros

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre.

Centro de Arte Hélio Oiticica

Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro

SIGA @cma.heliooiticica

Lançamento do livro “Copa de 94”

Livro de poesia sequenciada que conta, de maneira poética, uma história ocorrida no interior de Pernambuco, no período da copa de 1994.

Sáb (25/05), às 15h. Grátis. 18 anos.

Exposição da Bienal Black

A 3ª Bienal Black Brazil Art é um projeto nômade que busca descentralizar e mapear a produção de artes de expressões afro-brasileiras produzidas por mulheres e minorias e abre a discussão sobre o tema Fluxos (in) Fluxo: Transitoriedade, Migração e Memória abordando a complexa teia de relações e experiências que envolvem a migração e a mobilidade humana com efeitos na memória e identidade e no senso de pertencimento.

Seg a sáb, das 10h às 18h. Até 25/05. Grátis. Livre.

Exposição “Programa Hélio Oiticica”

Uma plataforma experimental que coloca a obra do artista como um campo de experiências transdisciplinares em diálogo com obras de outros artistas de diferentes períodos.

Seg a sáb, das 10h às 18h. Grátis. Livre.

Clube de Leitura

Todo mês é escolhido um autor para debater suas obras e curiosidades.

Sex (24/05), às 10h. Grátis. Livre.

Projeto Adote um Livro

Todas as quintas-feiras, às 9h. Grátis. Livre.

Troca-Troca de Livros

O leitor pode trocar até dois livros por livros disponíveis no carrinho do troca-troca (precisa estar em bom estado de uso e ser de literatura em português).

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Visita-Surdos

Não perca programação semanal de cultura, de 16 a 22/5

Todos os ingressos em: linkin.bio/cultura_rio 

ZONA SUL

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)
Est. Santa Marinha s/no, Gávea
SIGA @mhc.rio

Festa Literária de Santa Teresa – FLIST 

A FLIST é inteiramente gratuita, com dezenas de atividades para as famílias, e traz exposições artísticas, apresentações literárias, teatrais, musicais, ambientais e de dança. Além disso, oferece uma feira de livros, de vinis, de artesanatos e de gastronomia. São mais de 90 atrações com diversidades e representatividades.

Sáb e dom (18 e 19/05), das 10h às 16h. Grátis. Livre.

Exposição “Clube” do Pavilhão Maxwell Alexandre 3

São cerca de dez trabalhos inéditos que marcam a estreia de uma nova série de Maxwell, chamada Clube. Em 2023, o artista inaugurou o primeiro Pavilhão Maxwell Alexandre em São Cristóvão, dedicado a apresentar obras mais experimentais e com independência da agenda de instituições. O segundo espaço, inaugurado no mesmo ano e localizado na Via Ápia, na favela da Rocinha, apresentou a série Entrega: one planet. one health.

Ter a dom, das 09h às 16h. Até 23/06. Grátis. Livre.

Visita mediada à exposição principal

Todo sábado, às 11h e às 15h, e todo domingo, às 15h. Grátis. Livre.

Celebração na Capela de São João Batista

Todo domingo, às 10h. Grátis. Livre.

Exposição Principal do Museu Histórico da Cidade

Ter a dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

Visitação à Capela de São João Batista

Sáb e dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

Teatro Domingos Oliveira 
Planetário do Rio de Janeiro: Av. Padre Leonel Franca 240, Gávea
SIGA @teatrodomingosoliveira_ 

ESTREIA- Espetáculo “Mãe Arrependida”

O monólogo “Mãe Arrependida” é uma performance bem humorada e impactante, onde a maternidade é exposta de forma real e humana, a partir de argumentos sociais e históricos. A plateia é conduzida para uma viagem pelo lado sombrio e oculto da maternidade com o intuito de conscientizar sobre a questão da maternidade compulsória e seus desdobramentos na vida da mulher.

Sex e sáb, às 20h, e dom, às 19h. Até 02/06. R$ 25 a R$ 50. 14 anos.

Teatro Café Pequeno
Av. Ataulfo de Paiva 269, Leblon
SIGA @teatrocafepequeno.rio

Espetáculo “Três Irmãos”

O espetáculo, vencedor do Prêmio Shell 2024 na categoria dramaturgia, segue com as pesquisas da Cia. Cerne sobre as grandes personalidades brasileiras que passaram por sua cidade sede, São João de Meriti, localizada na Baixada Fluminense, região periférica do estado do Rio de Janeiro. 

Desta vez, a companhia se debruça pela passagem de Jorge Amado por Meriti, local onde morou entre 1946 e 1948. “TRÊS IRMÃOS”, espetáculo original livremente inspirado em Seara Vermelha, último romance escrito por Jorge antes de partir para o exílio, narra a história de uma família expulsa das terras onde trabalhava e que sai a pé rumo a São Paulo, experimentando, no trajeto, fome, morte, doenças e tantas outras penúrias. 

Sex e sáb, às 20h, e dom, às 19h. Até 19/05. R$ 20 a R$ 50. 12 anos.

Conversa e leitura cênica – Ciclo Bertha | Midrash

A conversa será no dia  21 de maio com a psicanalista Julia Fatio, e o coordenador da coleção, o tradutor e psicanalista Paulo Sérgio Souza Jr. No dia 22 de maio, uma leitura dramática de uma das peças da Bertha Pappenheim que está no livro: “Sobre os direitos da mulher”. O nome da peça é:  “Direito da mulher: peça em três atos” –  a direção será de Joyce Niskier.

Ter e qua (21 e 22/05), às 19h30. Grátis. 14 anos. 

Teatro de Fantoches e Marionetes Carlos Werneck de Carvalho
Av. Infante Dom Henrique s/no, Flamengo
SIGA @teatrocarloswerneck.rio

Show “ABC Toca”

O “ABC Toca” é uma oficina experimental de percussão que toma como matriz de sua investigação ritmos tradicionais brasileiros. O repertório passeia entre composições autorais e referências ao cancioneiro tradicional de estilos como coco, maracatu de baque solto, boi, entre outros.

Dom (19/05), às 15h. Grátis. Livre.

Espaço Cultural Sérgio Porto
Rua Visconde de Silva, ao lado do no 292, Humaitá
SIGA @espacosergioporto.rio

ESTREIA – Espetáculo “Gente de bem”

Criado a partir da seleção de seis contos de João Ximenes Braga retirados do livro “Necrochorume, e outros contos”, as histórias tratam criticamente de personagens e situações típicas da classe média branca brasileira. 

A montagem, dirigida por Adriana Maia aposta no humor crítico, no olhar certeiro que aponta para o que há de mais ridículo nesses personagens, transformando o riso em reflexão. O texto de João Ximenes Braga é colocado em cena sem adaptação para o gênero dramático.  Urina, Café, Uísque, Esgoto, Asco, Soro, Seis Histórias Que Nos Convidam A Refletir Sobre Nós E Nossa Sociedade.

Qui a dom, às 19h. De 17/05 a 02/06. R$ 20 a R$ 40. 12 anos.

CENTRO 

Teatro Correios Léa Garcia
Rua Visconde de Itaboraí 20, Centro
SIGA @teatrocorreiosleagarcia

Espetáculo “A jornada de um herói”

“A jornada de um herói” é um espetáculo teatral que debate assuntos como racismo estrutural, relações de trabalho abusivas e desigualdades sociais, através do solo narrativo (monólogo) e do gênero cômico, buscando ressignificar uma famosa estratégia narrativa chamada “jornada do herói”, cunhada pelo escritor, mitologista e professor universitário Joseph Campbell. 

Esta é uma das formas mais antigas de se contar histórias e sempre busca narrar aventuras de homens brancos e ricos, vendendo a imagem destes como heróis. A proposta do espetáculo, no entanto, é transgredir esta ideia e trazer para o palco e protagonismo de José, um homem preto, pobre, periférico e analfabeto. 

Qui a sáb, às 19h. Até 1º/06. R$ 10 a R$ 40. 12 anos.

Teatro Ruth de Souza
Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa
SIGA @teatroruthdesouza

Show “Cru”, de Rafael Kalil 

O violoncelista Rafael Kalil faz apresentação única em show especial intitulado Cru. Neste show o músico se apresenta sozinho e além disso sugere bate papo com a plateia abordando temas e apontamentos observados em sua jornada no exterior nos últimos anos tanto em termos artístico e culturais.

Qui (16/05), às 19h. R$ 15 a R$ 30. 10 anos. 

Show “Conversação de paz – um tributo a Sérgio Ricardo”, de João Gurgel 

“Conversação de Paz – Um tributo a Sérgio Ricardo” é uma homenagem, e também uma realização de construção artística, que dialoga com pessoas de todos os tipos, classe, raças e gêneros, abordando desta maneira, temas relevantes para o debate e reflexão social, através de um show singular com muito poder cênico e artístico.

Sextas (17 e 24/05), às 19h. Grátis. 14 anos. 

Show “Soturna”

“Soturna” é o show do álbum homônimo de Thati Dias. Com 70 minutos de uma apresentação empolgante, navegando de um período recente envolto em trevas para desembocar no contagiante e inclusivo frescor da democracia, a cantora celebra a diversidade e a potência que emergem em meio ao caos, e brinca com samplers e beats numa formação em quarteto com baixo, guitarra e bateria. 

Sáb (18/05), às 18h. R$ 5 a R$ 10. Livre. 

Teatro Gonzaguinha
Rua Benedito Hipólito 125, Centro
SIGA @teatrogonzaguinha.rio

Espetáculo “Um lugar chamado esperança”

Um jovem músico com bloqueio criativo busca no Morro do São Carlos a inspiração que tanto precisava. O que será que ele vai encontrar na terra de Luiz Melodia e Gonzaguinha? E se pudéssemos escolher o nosso destino, quem não quer uma chance de final feliz?

Qui a sáb (16 a 18/05), às 19h. Grátis. 12 anos. 

Museu de Arte do Rio (MAR)
Praça Mauá 5, Centro
SIGA @museudeartedorio 

INAUGURAÇÃO – Exposição “Têta”, de Lidia Lisboa

Abertura da exposição “Têta”, da artista Lidia Lisboa.

Sáb (18/05), às 18h. R$ 10 a R$ 20. (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). R$ 10 a R$ 20. (terças-feiras são gratuitas). Livre.

Exposição “Nhe’ẽ Porã: Memória e Transformação”

A exposição “Nhe’ẽ Porã: Memória e Transformação” aborda a riqueza das línguas dos povos indígenas que vivem em território brasileiro através de experiências audiovisuais e interativas, objetos arqueológicos e etnográficos e obras de arte.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). R$ 10 a R$ 20.  Livre.

Exposição “Pamuri Pati – Mundo de transformação”

Abertura da exposição individual da artista Daiara Tukano. “Pamuri Pati – Mundo de transformação” é a mostra individual da artista Daiara Tukano  que apresenta uma retrospectiva da carreira da artista, com mais de 70 obras que falam sobre as transformações sociais que podem ser observadas pelas óticas do feminino e do próprio povo indígena.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 25/08. R$ 10 a R$ 20.  Livre.

Exposição “Bloco do Prazer” 

A celebração da festa nas manifestações coletivas e individuais, inspirada na música interpretada por Gal Costa nos anos 1980. Dividida em 11 núcleos, a mostra tem mais de 350 obras: entre pinturas, esculturas, fotos, vídeos e instalações de mais de 90 artistas brasileiros. Tem curadoria de Marcelo Campos, Amanda Bonan, Thayná Trindade, Amanda Rezende, Jean Carlos Azuos e do curador convidado Bitú Cassundé. 

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20.  Livre.

Exposição “Abolicionistas brasileiras”

Parte da programação artística do Instituto Artistas Latinas, que tem entre suas ações, uma plataforma internacional de mapeamento de artistas contemporâneas em toda a América Latina, atuando como força de inserção de artistas mulheres emergentes no sistema da Arte. 


Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Exposição “Rio carnaval” 

Com curadoria do cenógrafo, arquiteto e artista Gringo Cardia e do historiador e escritor Luiz Antônio Simas, a mostra ocupa dois ambientes do museu abrigando cabine de projeção e 80 telas, Essa criteriosa seleção foi feita a partir de um vasto material, com mais de 800 fotos e muitas horas de imagens em vídeo.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Exposição “Funk: um grito de ousadia e liberdade”

A temática apresenta e articula a história do funk, para além da sua sonoridade, também evidenciando a matriz cultural urbana, periférica, a sua dimensão coreográfica, as suas comunidades, os seus desdobramentos estéticos, políticos e econômicos ao imaginário que em torno dele foi constituído. 

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h).  Até 19/05. R$ 10 a R$ 20. Livre.


Museu do Amanhã
Praça Mauá 1, Centro
SIGA @museudoamanha 

Exposição “Sentir Mundo – Uma Jornada Imersiva”

Uma jornada imersiva por três áreas temáticas: No Dossel da Floresta; Por dentro do Solo; A Dança dos Insetos. Em cada uma delas, imagens, sons, texturas e aromas ativam os sentidos, no intuito de aproximá-lo da perspectiva que outras espécies têm do meio onde habitam. 

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 02/06. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição “Arte de código aberto”

Um convite para o público experimentar as relações entre arte e tecnologia e criar suas próprias obras generativas.

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição principal do Museu do Amanhã 

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Parque Glória Maria
Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa
SIGA @parquegloriamaria 

Show “Grupo Vocal Chapéu de Couro”

“Chapéu de Coro” é uma planta que trata bem da garganta… trata bem de quem canta! 8 amigos que cantam em harmonia MPB, Rock, Samba, Chico, Cassia, Beatles e até Pe. José Maurício, quem diria? Com vasta experiência em harmonia vocal, acumulada ao longo dos anos pela participação em diferentes grupos, tendo participando de inúmeros eventos, shows e gravações, o “Vocal Chapéu de Coro” apresenta arranjos próprios e de arranjadores que marcaram época com interessantes efeitos vocais e solos que destacam suas vozes individuais. 

Sáb (18/05), às 16h. Grátis. Livre.

Orquestra Violões do Forte de Copacabana

A Orquestra Violões do Forte de Copacabana nasceu em 2011, atendendo jovens oriundos das comunidades do entorno do Forte de Copacabana. Em pouco tempo, ela amadureceu e sua música ultrapassou os muros do Forte e as ruas de Copacabana, atraindo o público e os jovens de outros municípios do Estado do Rio de Janeiro. Talento e superação são os principais ingredientes que consagram o sucesso desta Orquestra.

Dom (19/05), às 15h. Grátis. Livre.

Feira Coletivo 021

Feira produzida por mulheres para mulheres empreendedoras comercializarem seus produtos, seja no artesanato, na gastronomia e também na música.

Sáb e dom (18 e 19/05), às 9h. Grátis. Livre.

Exposição “Reabilitar o possível das coisas”

“No corte” é um programa de imersão em artes visuais voltado para artistas jovens e em início de carreira, com pouca ou nenhuma inserção no circuito artístico da cidade, desenvolvido pela plataforma MONOLITO, com o patrocínio da Secretaria Especial da Juventude Carioca. O programa selecionou oito artistas para participar de quatro encontros formativos em caráter experimental, articulados ao redor do tema “Reabilitar o possível das coisas”, debatendo questões centrais para compreensão do atual cenário artístico brasileiro, com ênfase nas discussões de raça, gênero, sexualidade e território.

Ter a dom, às 9h. Até 19/05. Grátis. Livre.

Exposição “A casa que carrego”

Uma exposição livro-aberto, convidando todos a se envolverem na narrativa visual e poética que se desdobrará diante de seus olhos.

Ter a dom, às 9h. Até 19/05. Grátis. Livre.

Exposição “Cromatografia do tempo”

A mostra busca explorar a fotografia como uma construção do tempo e do espaço, utilizando a cromatografia (técnica de separar misturas) como fio condutor para expressar nuances temporais e cromáticas nas obras.

Ter a dom, às 9h. Até 16/05. Grátis. Livre.

Troca-troca de livros 

Ter a dom, das 9h às 18h. Grátis. Livre. 

Centro de Artes Calouste Gulbenkian
Rua Benedito Hipólito 125, Praça XI / Centro
SIGA @caloustegkoficial 

Exposição da Bienal Black

A 3ª edição da Bienal Black constrói um fluxo a ser percorrido em seis centros culturais, até maio de 2024, promovendo um diálogo reflexivo sobre as histórias, experiências e contribuições de artistas e seus movimentos para a cena cultural brasileira, equilibrando narrativas de gênero e raça.

Seg a sáb, das 8h às 20h30. Até 31/05. Grátis. 14 anos. 

Memorial Municipal Getúlio Vargas
Praça Luís de Camões s/nº, Glória
SIGA @memorialgetuliovargas 

Exposição permanente Getúlio Vargas 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Troca-troca de livros 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Centro de Arte Hélio Oiticica
Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro
SIGA @cma.heliooiticica

Exposição “Imaginar com a terra”

Imaginar com a terra é uma exposição individual de Priscilla Menezes com curadoria de Cristina Salgado. A mostra integra desenhos, obras fotográficas e experimentações em outras linguagens. Tem como tema central a conexão entre os seres da biosfera, com ênfase nas alianças entre mulheres e bichos, traçando uma poética dos “parentescos estranhos” (Haraway) que aponta para a criação de um mundo composto por múltiplas agências e centros de consciência. “Imaginar com a terra” é uma proposta, a um só tempo, poética e política que convida a enraizarem a imaginação junto à complexa teia que compõe a vida.

Seg a sáb, das 10h às 18h. Até 18/05. Grátis. 12 anos.

Exposição da Bienal Black

A 3ª Bienal Black Brazil Art é um projeto nômade que busca descentralizar e  mapear a produção de artes de expressões afro-brasileiras produzidas por mulheres e  minorias e abre a discussão sobre o tema Fluxos (in) Fluxo: Transitoriedade, Migração e  Memória abordando a complexa teia de relações e experiências que envolvem a  migração e a mobilidade humana com efeitos na memória e identidade e no senso de  pertencimento. 

Seg a sáb, das 10h às 18h. Até 25/05. Grátis. Livre.

Exposição “Programa Hélio Oiticica” 

Uma plataforma experimental que coloca a obra do artista como um campo de experiências transdisciplinares em diálogo com obras de outros artistas de diferentes períodos. 

Seg a sáb, das 10h às 18h. Grátis. Livre. 

COSMO HO – Visitas Mediadas

Adequadas para pessoas de todas as idades, essas visitas oferecem um percurso em grupo com base na programação proposta pelo Programa Educativo. Para mais informações, acessar o link: https://cmahoiticica.wixsite.com/cmaho/visitas-mediadas ou email educativocmaho.culturario@gmail.com

Sábados, às 14h e 16h. Grátis. Livre.

Biblioteca Annita Porto Martins
Rua Sampaio Viana 357, Rio Comprido
SIGA @bibliotecaannitaportomartins 

Projeto Adote um Livro 

Todas as quintas-feiras, às 9h. Grátis. Livre. 

Troca-Troca de Livros 

O leitor pode trocar até dois livros por livros disponíveis no carrinho do troca-troca ( precisa estar em bom estado de uso e ser de literatura em português).

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

ZONA NORTE

Areninha Carioca Renato Russo

Parque Poeta Manuel Bandeira s/no, Cocotá, Ilha do Governador

SIGA @areninhacariocarenator

Espetáculo “Frozen – Febre Congelante”

O espetáculo é uma adaptação livre inspirada no conto de fadas “A rainha da neve” do escritor Hans Christian Andersen, unificada com o curta-metragem “Frozen Fever” e trazida para os palcos com muita interatividade, músicas e um leve toque de humor.

Sáb (18/05), às 15h. R$ 20 a R$ 25. Livre.

Areninha Cultural João Bosco
Av. São Félix, 601 – Vista Alegre, Rio de Janeiro – RJ, 21236-010
SIGA @areninhaculturaljoaobosco

Espetáculo “Chico Xavier em pessoa”

“Chico Xavier em pessoa”, é uma experiência narrativa sobre a arte da escuta. Como se fosse uma sabatina, na qual o ícone brasileiro da doutrina espírita aceita a tarefa de responder perguntas.

Sáb (18/05), às 17h. R$30 a R$ 80. Livre.

Arena Cultural Fernando Torres
Bernardino de Andrade, 200 – Madureira
SIGA @arenafernandotorres

Festival de cinema “4º Festival Mulheres+”

O Festival realiza 4 mostras: Cinema ao Ar livre, LGBTQIAPN+, Cineastas Indígenas e Panorama, no formato híbrido, com mostras e eventos virtuais e abertura presencial.

Sáb (18/05), às 16h. Grátis. Livre.

Arena Jovelina Pérola Negra
Praça Ênio s/nº, Pavuna

SIGA @arena.jovelina

Livro nas Praças 

Uma biblioteca sobre rodas com acervo de 2 mil títulos para empréstimos gratuitos e atividades artísticas e culturais literárias.


Sex (17/05), às 9h. Grátis. Livre.

INFANTIL – Evento “Criançadaria”

Evento dedicado ao público infantil. Exibição de audiovisual, pintura brincante, recreação, atividades culturais e contação de história.

Sáb (18/05), às 10h. Grátis. Livre.

Arena Cultural Dicró 
Parque Ary Barroso – Entrada pela Rua Flora Lôbo s/nº, Penha Circular
SIGA @arenadicro 

Espetáculo “O que vão dizer de nós”

“O que vão dizer de nós” é um espetáculo teatral baseado na célebre peça “La Ronde” de Arthur Schnitzler, dirigido por Luisa Friese e Miwa Yanagizawa. Naturalista em ação, mas não na estrutura, a peça espirituosamente debate o choque de cultura entre diferentes classes sociais, subjetivamente conflitantes, que se entrelaçam em encontros amorosos fortuitos.

Sex (17/05), às 19h. Grátis. 18 anos.

Show “Leopoldina Hip Hop – Diversidade”

Um evento de integração entre múltiplas iniciativas artísticas e socioculturais sediadas na região da Leopoldina ligadas não somente ao hip hop, mas também ao funk, danças urbanas e educação popular.
Será um dia inteiro de atividades com oficinas, batalha de rima, dj sets e apresentações de MCs. Uma celebração para toda a família, enaltecendo a potência das favelas e periferias a partir de seus protagonistas: negros, indígenas, pessoas com deficiência e LGBTQIAP.

Sáb (18/05), às 10h. Grátis. 12 anos.

Festival Art Dança

O ArtDança é um evento que propõe um panorama artístico no formato de encontros e uma programação que permita o diálogo entre bailarinos, coreógrafos e grupos oriundos de diversas localidades, proporcionando um momento único de fruição e intercâmbio cultural.

Dom (19/05), às 11h. R$ 20 a R$ 40. Livre.

Areninha Cultural Terra
Rua Marcos de Macedo s/nº, Guadalupe
SIGA @acmterra

Festa “Eu amo Recordar é viver”

O produtor Iraguaci Santos organiza mais uma edição da sua já tradicional festa “Eu amo Recordar é viver”, com apresentação de DJ’s que formaram a identidade musical do território nos anos 80’s.

Sáb e dom (18 e 19/05), às 20h. R$ 15 a R$ 30. 16 anos.

Encontro Cultural Budista

Organizado pela preletora Débora Melo, o encontro versará sobre a cultura do budismo e suas práticas atreladas ao universo cultural urbano.

Dom (19/05), às 9h. Grátis. Livre.

Bazar Colaborativo

A artesã Marina Araújo coordena um grupo de artesãs e customizadoras em uma feira de brechó e artesanato.

Ter e qua de maio, às 9h. Grátis. Livre.

Centro da Música Carioca Artur da Távola 
Rua Conde de Bonfim 824, Tijuca
SIGA @centrodamusicacarioca

Show “Dialeto”, de Guidi Vieira 

Nascida em São Gonçalo/RJ, Guidi lançou os álbuns “Temperos” (2014), como intérprete, e os autorais “Outra língua” (2020) e “Dialeto” (2023). Também vocalista da banda Pic-Nic desde 2001, Guidi mostra em seu trabalho solo a mistura do rock, que a acompanha desde a adolescência, com a MPB que vivenciou como intérprete, em diversos grupos de música brasileira.

Qui (16/05), às 19h. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Show “Canto de Rio”, de Eduardo Du Norte

Cantor, compositor, instrumentista natural de Manaus – AM. Com 15 anos de carreira, fez parte de diversas bandas, grupos musicais, atualmente em trabalho solo e também com o grupo Eduardo Du Norte & Os Tambores Encantados. Eduardo Du Norte apresenta o show “Canto de Rio”, onde narra sua trajetória artística contando as histórias através de músicas e ritmos do Norte.

Sex (17/05), às 19h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

Show “Dolores, uma presença viva”, de Anna Condeixa 

A cantora Anna Condeixa, com mais de 30 anos de carreira artística e dois CDs gravados, se prepara para o maior de seus desafios: apresentar um novo show “Dolores, uma presença viva” dedicado a uma única compositora e, neste caso, não é uma qualquer – como bem diria Alcione – trata-se da grande compositora Dolores Duran, que nos deixou cedo demais, com apenas 29 anos, no ano de 1959 e neste ano de 2024 completaria 94 anos. 

Sáb (18/05), às 17h. R$ 25 a R$ 50. Livre.

Clássicos Domingos apresenta “O Milagre de São Bento (Chulas, Quadras Corridos e Canções)”, de Abel Silva

No show “O Milagre de São Bento”, Abel Silva apresenta composições relacionadas ao universo da Capoeira, expressão artística, pedagógica e cultural de grande relevância para o multi-instrumentista e compositor, ao longo de sua trajetória.

Dom (19/05), às 11h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

INFANTIL – Domingo das Crianças apresenta “É um assombro”, de Paulo Bi 

Nesse espetáculo o compositor Paulo Bi traz para as crianças histórias de “terrir”, onde humor e terror interagem, permitindo que eles transitem por esse sentimento de forma descontraída. Deste modo, a criança vai ganhando confiança, exercitando a sua capacidade de tomar decisões e aprendendo a discernir quais medos são reais.

Dom (19/05), às 16h. R$ 20 a R$ 40. Livre.

Quartas Acústicas apresenta “Duo Beatles”, com Brito e Pedro Py 

No show, o duo vai contar a história musical da famosa banda inglesa, desde o início, quando se apresentavam ao vivo, até a chamada ‘segunda fase’, que veio a partir do álbum Sgt. Peppers, quando passaram a tocar juntos apenas em gravações e não mais ao vivo.

Qua (22/05), às 19h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

Exposição “Música Brasilis”

Uma viagem pelos 500 anos da música no Brasil, na exposição interativa realizada pelo Instituto Musica Brasilis, sob a curadoria de Rosana Lanzelotte e traz a primeira linha interativa que mostra momentos emblemáticos e os músicos através de exemplos dos seus repertórios, por meio de instrumentos musicais, vídeos e instalações interativas.

Ter a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre.

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro 
Rua José Higino 115, Tijuca
SIGA @ccoreograficorj

Espetáculo “Formigueiro”

O solo de dança, se utiliza das técnicas de break, krump e gestos experimentais na sua composição e discute a relação sujeito x coletivo, com um olhar macro para a coreografia existente nas interações das pessoas no meio urbano. Na criação desta coreografia, Bruno buscou observar como o movimento do coletivo influenciava no seu próprio corpo, e de que maneira ele poderia se expressar para reverberar, em cena, a potência dessas transformações. 

Qui a dom (16 a 19/05), às 19h. Grátis. 14 anos.

Teatro Municipal de Guignol do Méier
Praça Jardim do Méier – Méier
SIGA @teatroguignolmeier.rio

Espetáculo “Fabulosas Delicadezas dos Elefantes”

A história parte da viagem de um menino chamado Luno, que veio da lua como seu nome sugere. Ao sofrer uma perda, se sente muito triste e sozinho, e o destino o leva a morar num orfanato. “Fabulosas delicadezas dos elefantes” retrata o lado verdadeiro dos encontros da vida com seus altos e baixos.

Dom (19/05), às 10h. Grátis. Livre.

CineCarioca Nova Brasília
Praça Nossa Senhora de Fátima, Rua Nova Brasília s/nº, Bonsucesso
SIGA @cinecariocanovabrasilia

Exibição do filme “O Dublê

Ter a dom, às 21h50. R$ 5 a R$ 10. 14 anos.

Exibição do filme “Planeta dos Macacos: O Reinado

Ter a dom, às 16h40 e 19h10. R$ 5 a R$ 10. 14 anos.

Exibição do filme “Garfield: Fora de Casa”

Ter a dom, às 15h. R$ 5 a R$ 10. Livre.

Biblioteca Euclides da Cunha
Praça Danaides s/nº, Cocotá – Ilha do Governador
SIGA @bibliotecaeuclidesdacunha

Troca-Troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Caixeiro Viajante: Doação de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Biblioteca João do Rio
Av. Monsenhor Félix 512, Irajá
SIGA @bibliotecajoaodorio

Troca-troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Pegue e Leve: distribuição de livros 

Seg a sex, das 9 às 17h. Grátis. Livre. 

ZONA OESTE 

Cidade das Artes 
Av. das Américas 5300, Barra da Tijuca
SIGA @cidadesdasartes_ 

Exposição permanente “Maquete de Lego do Rio de Janeiro”

A maquete do Rio feita totalmente em Lego foi construída para homenagear de forma criativa e inusitada a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Seg a dom, das 10h às 18h. Grátis. Livre.

*O funcionamento da LEGO está sujeito à alteração em decorrência dos eventos realizados na Cidade das Artes. Mais informações: 3325-0102

Areninha Cultural Sandra Sá 
Rua Doze 1, Santa Cruz
SIGA @areninhasandrasa 

Espetáculo “O que vão dizer de nós”

“O que vão dizer de nós” é um espetáculo teatral baseado na célebre peça “La Ronde” de Arthur Schnitzler, dirigido por Luisa Friese e Miwa Yanagizawa. Naturalista em ação, mas não na estrutura, a peça espirituosamente debate o choque de cultura entre diferentes classes sociais, subjetivamente conflitantes, que se entrelaçam em encontros  amorosos fortuitos.

Qui (16/05), às 19h. Grátis. 18 anos.

Domingo Recreativo para crianças

Um domingo cheio de brincadeiras, desenhos e músicas com as crianças moradoras do entorno do equipamento.

Todo domingo, às 11h. Grátis. Livre.

Areninha Cultural Hermeto Pascoal
Praça Primeiro de Maio s/no, Bangu
SIGA @areninhahermetopascoal

Show “Na boca de quem presta pombagira canta história”

Espetáculo de dança solo, com música ao vivo sucedida por uma roda de conversa visando refletir sobre a figura das pombagiras como representatividade político-social de enfrentamento às violências decorrentes do machismo e racismo. As cantigas cantadas, tocadas e dançadas para as pombagiras nos terreiros e nas ruas, retratam a violência histórica que mulheres sofreram e sofrem até hoje.

Qui (16/05), às 19h. Grátis. 12 anos.

Festival de música “Rato no Rio revival 3”

Edição 2024 do “Festival Rato no Rio Revival” que traz a apresentação de 12 bandas independentes da cena do rock metal, dividida em dois palcos simultaneamente. Nesta edição, a presença das bandas: Ereboros, Cara de porco, Making noise, H.I.V (SP), Dose letal (SP), Disola, Lacrau, Guerra Nuclear, A Kombi que pega criança, O bando, Punhal, Benin.

Dom (19/05), às 19h. R$ 20 a R$ 40. Livre.

Areninha Cultural Gilberto Gil 
Av. Marechal Fontenele 5.000, Realengo
siga @lonaggil

Concurso interno Alessandra Peixoto

O concurso interno Alessandra Peixoto contará com diversas apresentações de dança, dentre elas ballet, jazz e hip hop. “Apesar do nome interno,será aberto ao público.

Sáb e dom (18 e 19/05), às 15h. R$ 35. Livre.

Feira Comunitária de Artesanato e Gastronomia
Quintas, às 15h. Grátis. Livre.

ATIVIDADES FORMATIVAS

(CURSOS, OFICINAS, WORKSHOPS)

OFICINAS FIXAS COM MATRÍCULAS ABERTAS NOS EQUIPAMENTOS:

https://cultura.prefeitura.rio/noticias/oficina-na-cultura/

ZONA SUL

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC) 
Est. Santa Marinha s/nº, Gávea
SIGA @mhc.rio 

Oficina “Arte e Natureza”

A oficina de artes com educação ambiental, conduzida pela equipe educativa do Museu, oferece uma experiência interativa e enriquecedora que harmoniza a expressão artística com a conscientização ambiental.

Com uma duração máxima de 45 minutos, essa atividade convida participantes de todas as idades a embarcar em uma jornada única de aprendizado e auto expressão. 

Durante a oficina, os participantes têm a oportunidade de mergulhar no mundo natural e explorar suas conexões com a arte visual. O enfoque principal reside na relação íntima entre o ambiente e a expressão artística, demonstrando como a natureza pode se tornar uma fonte inesgotável de inspiração criativa.

Todo domingo, às 9h30. Grátis. Livre.

CENTRO

Museu de Arte do Rio (MAR)

Praça Mauá 5, Centro 

SIGA @museudeartedorio

Projeto “Memoridades”

Oficinas realizadas para idosas da região portuária a partir de literaturas de mulheres negras. Com exercícios de cena, leitura dramatizada e dirigida a ser realizada na Biblioteca MAR em consonância com as práticas de fomento à leitura.

Terças de maio, às 14h. Grátis. Livre.

Centro de Arte Hélio Oiticica

Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro 

SIGA @cma.heliooiticica 

Vozes Negras nas Artes III

Quando as sementes germinam, seminário dividido em dois encontros que examinará o universo recôndito do vestir ancestral e investigar os debates que as exposições afro decoloniais ocupam no sistema de artes do país.

Sextas (17 e 24/05), às 14h. Grátis. Livre.

 Oficina “Eu, Videomaker – Oficina Audiovisual”

“Eu, Videomaker” é uma oficina gratuita de produção audiovisual totalmente feita a partir de telefone celular. Com o objetivo de ajudar a inserir jovens no mercado de trabalho – produzindo vídeos para suprir as demandas de pequenos clientes, como comércios de bairro e profissionais liberais – a oficina trará dicas práticas de roteiro, produção, filmagem, entrevista, locução, edição e comercialização do material.

Ter e qui, das 10h30 às 12h30. Até 18/06. Grátis. Livre.

Curso “Ateliê Poético-Conceitual: Estilhaços, Colagens, Constelações”

O curso vai abordar a produção poético-conceitual dos participantes, a partir de sessões de crítica e discussão coletivas orientadas pelo docente. Busca-se fortalecer posturas inconformistas e experimentais frente aos problemas urgentes da contemporaneidade

Toda quarta-feira, das 14h às 17h. Até 28/08 (exceto julho). Grátis. 18 anos.

Curso “Contra-histórias da Natureza (Xenopoéticas)”

O curso propõe pensar sobre a centralidade do conceito de Natureza no pensamento moderno e suas expressões na história da arte ocidental com o objetivo de evidenciar suas contra-histórias.

Quintas-feiras, das 14h Às 17h. Grátis. Livre.

Curso Mirim de Escola de Samba “Axé e Outros Ritmos”

Curso Mirim de Escola de Samba, Axé e outros Ritmos para crianças iniciantes e iniciados utilizando a prática em conjunto no processo de aprendizado. Instrumentos ensinados: surdos, caixa, tamborim, chocalho, agogô, entre outros.

Terças-feiras, às 16h. Até 25/06. Grátis. De 07 a 12 anos. 

Orquestra de Música Didática em homenagem a Gilberto Gil

A Orquestra de Música Didática é um núcleo de estudos e experiências para a formação inicial e continuada de professores de música e integração entre universidade e educação básica. Neste ano, esta ação de extensão tem como foco a obra de Gilberto Gil, enquanto geradora de saberes.

Quintas-feiras, às 14h. Até 11/07. Grátis. Livre.

ZONA NORTE

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino 115, Tijuca
SIGA @ccoreograficorj 

Projeto “Corpo de Cura – Regeneração Coletiva”

Idealizado por Maya Coragem, o projeto visa oferecer um ambiente propício para o autoconhecimento e a cura pessoal, promovendo inclusão e conexões verdadeiras entre pessoas diversas. Dessa forma, a Casa Dois continua a desempenhar um papel vital na vida das pessoas, expandindo suas atividades para além das fronteiras físicas e sociais, e reafirmando seu compromisso com o desenvolvimento comunitário.

Sex (17/05), às 16h. Grátis. Livre.

Workshop “Dança Paralelo.lab”

O “Workshop Dança Paralelo.lab” é uma iniciativa do laboratório de dança e artes visuais “Paralelo”, que busca compartilhar com o público a experiência e conhecimentos adquiridos em suas pesquisas. Serão oferecidas 4 aulas de dança (Jazz, dança Moderna, dança Contemporânea e Arms Control) ministradas por membros do próprio laboratório.

Sáb e dom (18 e 19/05), às 13h. Grátis. Livre.

Oficina “Os Odés de Madureira”

Oficina que consiste no estudo da corporeidade dos Orixás Ogum, Exu e Oxossi juntamente com alguns parâmetros da dança Charme, atrelada á pratica de investigação corporal e laboratorial, como dinâmica, fluxo, espaço e forma, tempo,giros e deslocamento. Possui como objetivo a  investigação da dança de orixá através das vertentes de danças Afro brasileiras, instituindo o valor da religiosidade para além dos terreiros e casas de axé.

Sáb (18/05), às 10h. Grátis. Livre.

Oficinas de Dança Afro e Dança Contemporânea

Realização de aulas de dança afro, com Fábio Batista e de dança contemporânea, com Betho Pacheco, para o projeto Oficinas Filhos de Gandhi.

Ter a sex, das 19h às 20h30. Grátis.  14 anos.

VI Ciclo do Grupo de Estudos do Centro Coreográfico “Feminismos, testemunhos, decolonialidades e dança”

O Grupo de Estudos do Centro Coreográfico é uma atividade extensionista realizada em parceria com o Departamento de Arte Corporal da UFRJ e o PPGDAN Programa de Pós-graduação em Dança da UFRJ. Desde de 2017 realizamos cinco edições  com temas variados como Dança e Dramaturgias, Corporalidades da América Latina, Educação Somática, dentre outros.

Para a retomada do VI Ciclo o tema Feminismos, testemunhos, decolonialidades e dança nos convoca a pesquisar ativamente o acervo da midiateca do Centro Coreográfico.

Encontros mensais, das 14h às 17h. Até 20/10  Grátis. 18 anos.

Curso somente para inscritos inscrições em: https://centrocoreografico.wordpress.com/2024/03/06/vi-ciclo-do-grupo-de-estudos-do-centro-coreografico-feminismos-testemunhos-decolonialidades-e-danca/

Arena Cultural Fernando Torres
Rua Bernardino de Andrade 200, Madureira
SIGA @arenafernandotorres

Oficinas de Elaboração de Projetos Culturais

O projeto Oficinas de Projetos Culturais, Economia Criativa, Inclusão e Empreendedorismo Social, é levar subsídios de capacitação, para empreendedores criativos que tenham como tem objetivo de fortalecer seus conhecimentos agregando valores,aos trabalhos já desenvolvidos, em ongs, associações, grupos e coletivos.

Qua a sáb (15 a 18/05), às 10h. Grátis. 18 anos. 

ZONA NORTE

Areninha Cultural Hermeto Pascoal
Praça Primeiro de Maio s/no, Bangu
SIGA @areninhahermetopascoal

Workshop de dança do ventre, com Nahla Morani

Workshop e show de gala com dançarinas do ventre e presença da renomada bailarina Nahla Morani, diretamente de São Paulo, com o objetivo de trazer o cotidiano e a cultura oriental para o público presente, transmitindo técnica através dos movimentos corporais. 

Sáb (18/05), às 13h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

1ª_Bienal_Black_Brazil_Art

Veja programação cultural de 09 a 15/5

Seleção é feita pela Secretaria Municipal de Cultura

Todos os ingressos em: linkin.bio/cultura_rio 

ZONA SUL

Teatro Domingos Oliveira
Planetário do Rio de Janeiro: Av. Padre Leonel Franca 240, Gávea
SIGA @teatrodomingosoliveira_ 

ESTREIA – Espetáculo “Mãe Arrependida”

O monólogo “Mãe Arrependida” é uma performance bem humorada e impactante, onde a maternidade é exposta de forma real e humana, a partir de argumentos sociais e históricos. A plateia é conduzida para uma viagem pelo lado sombrio e oculto da maternidade com o intuito de conscientizar sobre a questão da maternidade compulsória e seus desdobramentos na vida da mulher.

Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 02/06. R$ 25 a R$ 50. 14 anos.

Teatro Café Pequeno
Av. Ataulfo de Paiva 269, Leblon
SIGA @teatrocafepequeno.rio

Leitura cênica – “Mães de UTI” | Ciclo Mater – Midrash

As dores, angústias e alegrias de milhares de mulheres que, diariamente, vivem a experiência de fazer da UTI neonatal o seu lar, enquanto acompanham o desenvolvimento de seus filhos. Este é o enredo da peça “Mães de UTI”, produzido pela Cia. Cerne, de Meriti.

Ter (14/05), às 19h30. Grátis. 14 anos.

Leitura cênica – “Caminho de casa” | Ciclo Mater – Midrash

“Caminho de casa ” é uma peça adulta inédita da premiada dramaturga Renata Mizrahi, com direção de Miwa Yanagizawa  no elenco Kelzy Ecard e Vilma Melo, fazendo mãe e filha. A peça se  passa no Brasil entre os anos 80 e os dias atuais e tem como pano de fundo a situação política no país para mostrar, de maneira não cronológica a relação conturbada de Marta (Kelzy) que está perdendo a memória e não quer esquecer se foi ou não perdoada por sua filha (Vilma).

Qua (15/05), às 19h30. Grátis. 14 anos.

Espetáculo “Três Irmãos”

O espetáculo, vencedor do Prêmio Shell 2024 na categoria dramaturgia, segue com as pesquisas da Cia. Cerne sobre as grandes personalidades brasileiras que passaram por sua cidade sede, São João de Meriti, localizada na Baixada Fluminense, região periférica do estado do Rio de Janeiro. 

Desta vez, a companhia se debruça pela passagem de Jorge Amado por Meriti, local onde morou entre 1946 e 1948. “TRÊS IRMÃOS”, espetáculo original livremente inspirado em Seara Vermelha, último romance escrito por Jorge antes de partir para o exílio, narra a história de uma família expulsa das terras onde trabalhava e que sai a pé rumo a São Paulo, experimentando, no trajeto, fome, morte, doenças e tantas outras penúrias. 

Sex e sáb, às 20h, e dom, às 19h. Até 19/05. R$ 20 a R$ 50. 12 anos.

Teatro de Fantoches e Marionetes Carlos Werneck de Carvalho
Av. Infante Dom Henrique s/no, Flamengo
SIGA @teatrocarloswerneck.rio

Show “Jazz, Bebê!”

“Jazz, Bebê!” é um projeto musical que traz novos arranjos, musicalidade e as cantigas infantis como isca pra atrair os pequenos. A ideia é uma experiência sensorial musical em que crianças e famílias possam curtir juntos um show que é também uma experiência imersiva. Um tapete colorido é colocado próximo aos músicos para promover no público a sensação de pertencimento, de estar livre e fazer parte do show, curtir de verdade.

Dom (12/05), às 10h. Grátis. Livre..

Espaço Cultural Sérgio Porto
Rua Visconde de Silva, ao lado do no 292, Humaitá
SIGA @espacosergioporto.rio

Espetáculo “O que vão dizer de nós”

“O que vão dizer de nós” é um espetáculo teatral baseado na célebre peça “La Ronde” de Arthur Schnitzler, dirigido por Luisa Friese e Miwa Yanagizawa. Naturalista em ação, mas não na estrutura, a peça espirituosamente debate o choque de cultura entre diferentes classes sociais, subjetivamente conflitantes, que se entrelaçam em encontros amorosos fortuitos. 

Dez personagens são interpretados por dois atores, Michel Blois e Thiago Catarino e a encenação cria corpos de diferentes culturas que se relacionam naturalmente, para além dos estereótipos e o que antes era representado por casais heteronormativos, agora, casais lgbtqia+ são protagonistas na história.

Qui a sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 12/05. R$ 10 a R$ 20. 18 anos.

 *sessão extra dia 11/05, às 17h.

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)
Est. Santa Marinha s/no, Gávea
SIGA @mhc.rio

Feira “Mostra Arte” – edição de Dia das Mães

A proposta do evento é a ocupação e o resgate cultural expresso no artesanato, na gastronomia regional e a música, onde o público terá a oportunidade de encontrar produtores criativos a chance de apresentar seus produtos para novos mercados.

Sáb (11/05), às 9h. Grátis. Livre.

Sessão de cinema celebrando o Dia das Mães

Para celebrar o Dia das Mães, apresentamos uma seleção especial de curta-metragem emocionantes, perfeitos para compartilhar momentos de ternura e reflexão.

Sáb (11/05), às 10h. Grátis. Livre.

Exposição “Clube” do Pavilhão Maxwell Alexandre 3

São cerca de dez trabalhos inéditos que marcam a estreia de uma nova série de Maxwell, chamada Clube. Em 2023, o artista inaugurou o primeiro Pavilhão Maxwell Alexandre em São Cristóvão, dedicado a apresentar obras mais experimentais e com independência da agenda de instituições. O segundo espaço, inaugurado no mesmo ano e localizado na Via Ápia, na favela da Rocinha, apresentou a série Entrega: one planet. one health

Ter a dom, das 09h às 16h. Até 23/06. Grátis. Livre.

Visita mediada à exposição principal

Todo sábado, às 11h e às 15h, e todo domingo, às 15h. Grátis. Livre.

Celebração na Capela de São João Batista

Todo domingo, às 10h. Grátis. Livre.

Exposição Principal do Museu Histórico da Cidade

Ter a dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

Visitação à Capela de São João Batista

Sáb e dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

CENTRO

Teatro Correios Léa Garcia
Rua Visconde de Itaboraí 20, Centro
SIGA @teatrocorreiosleagarcia

Espetáculo “A jornada de um herói”

“A jornada de um herói” é um espetáculo teatral que debate assuntos como racismo estrutural, relações de trabalho abusivas e desigualdades sociais, através do solo narrativo (monólogo) e do gênero cômico, buscando ressignificar uma famosa estratégia narrativa chamada “jornada do herói”, cunhada pelo escritor, mitologista e professor universitário Joseph Campbell. 

Esta é uma das formas mais antigas de se contar histórias e sempre busca narrar aventuras de homens brancos e ricos, vendendo a imagem destes como heróis. A proposta do espetáculo, no entanto, é transgredir esta ideia e trazer para o palco e protagonismo de José, um homem preto, pobre, periférico e analfabeto. 

Qui a sáb, às 19h. Até 1º/06. R$ 10 a R$ 40. 12 anos.

Teatro Ruth de Souza
Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa
SIGA @teatroruthdesouza

Espetáculo “Piracema”

A história conta a aventura vivida por um Pirá-tamanduá e dois Curimatãs. Os três peixinhos estão fazendo a piracema no “Velho Chico”, nadam contra a correnteza, passam por barragens e diversos desafios. Seu grande pavor é encontrar o maior dos monstros, a poluição. Para o espanto de todos, surge, também no fundo das águas, uma lenda bastante inusitada: a de uma menina skatista (humana! terrestre!) que estuda para ser cientista na esperança de melhorar o planeta.

Qui (09/05), às 10h e 15h. Grátis. Livre. 

Sáb e dom, às 16h. Até 12/05.  R$ 10 a R$ 20. Livre.

Teatro Gonzaguinha
Rua Benedito Hipólito 125, Centro
SIGA @teatrogonzaguinha.rio

Show “O meu som é seu de perto”

“O meu som é seu de perto” é o novo show da cantora, compositora e instrumentista Monique Kessous, cujo título foi retirado de um dos versos de “Coração”, uma de suas canções mais reverberadas.

Sex (10/05), às 19h. Grátis. Livre.

Espetáculo “Poesia cantada”

O Coro de Câmara da Associação de Canto Coral apresentará um repertório

executado a capella de músicas compostas por compositores brasileiros renomados, entre eles: Ernani Aguiar , Ricardo Tacuchian, Ronaldo Miranda que musicaram poemas e poesias de grandes nomes da literatura nacional e internacional como: Fernando Pessoa, Manuel Bandeira, Castro Alves entre outros.

Sáb (11/05), às 17h. R$15 a R$ 30. Livre.

Museu de Arte do Rio (MAR)
Praça Mauá 5, Centro
SIGA @museudeartedorio 

ABERTURA – Exposição “Pamuri Pati – Mundo de transformação”

Abertura da exposição individual da artista Daiara Tukano. “Pamuri Pati – Mundo de transformação” é a mostra individual da artista Daiara Tukano  que apresenta uma retrospectiva da carreira da artista, com mais de 70 obras que falam sobre as transformações sociais que podem ser observadas pelas óticas do feminino e do próprio povo indígena.

Sábado (11/05), às 11h. R$ 10 a R$20. Livre.
Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 25/08. R$ 10 a R$ 20.  Livre.

Exposição “Bloco do Prazer” 

A celebração da festa nas manifestações coletivas e individuais, inspirada na música interpretada por Gal Costa nos anos 1980. Dividida em 11 núcleos, a mostra tem mais de 350 obras: entre pinturas, esculturas, fotos, vídeos e instalações de mais de 90 artistas brasileiros. Tem curadoria de Marcelo Campos, Amanda Bonan, Thayná Trindade, Amanda Rezende, Jean Carlos Azuos e do curador convidado Bitú Cassundé. 

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20.  Livre.

Exposição “Abolicionistas brasileiras”

Parte da programação artística do Instituto Artistas Latinas, que tem entre suas ações, uma plataforma internacional de mapeamento de artistas contemporâneas em toda a América Latina, atuando como força de inserção de artistas mulheres emergentes no sistema da Arte. 


Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Exposição “Rio carnaval” 

Com curadoria do cenógrafo, arquiteto e artista Gringo Cardia e do historiador e escritor Luiz Antônio Simas, a mostra ocupa dois ambientes do museu abrigando cabine de projeção e 80 telas, Essa criteriosa seleção foi feita a partir de um vasto material, com mais de 800 fotos e muitas horas de imagens em vídeo.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Exposição “Funk: um grito de ousadia e liberdade”

A temática apresenta e articula a história do funk, para além da sua sonoridade, também evidenciando a matriz cultural urbana, periférica, a sua dimensão coreográfica, as suas comunidades, os seus desdobramentos estéticos, políticos e econômicos ao imaginário que em torno dele foi constituído. 

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h).  Até 19/05. R$ 20. Livre.

Museu do Amanhã
Praça Mauá 1, Centro
SIGA @museudoamanha 

Exposição “Sentir Mundo – Uma Jornada Imersiva”

Uma jornada imersiva por três áreas temáticas: No Dossel da Floresta; Por dentro do Solo; A Dança dos Insetos. Em cada uma delas, imagens, sons, texturas e aromas ativam os sentidos, no intuito de aproximá-lo da perspectiva que outras espécies têm do meio onde habitam.

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 02/06. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição “Arte de código aberto”

Um convite para o público experimentar as relações entre arte e tecnologia e criar suas próprias obras generativas.

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição principal do Museu do Amanhã 

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Parque Glória Maria
Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa
SIGA @parquegloriamaria 

Orquestra Violões do Forte de Copacabana

A Orquestra Violões do Forte de Copacabana nasceu em 2011, atendendo jovens oriundos das comunidades do entorno do Forte de Copacabana. Em pouco tempo, ela amadureceu e sua música ultrapassou os muros do Forte e as ruas de Copacabana, atraindo o público e os jovens de outros municípios do Estado do Rio de Janeiro. Talento e superação são os principais ingredientes que consagram o sucesso desta Orquestra.

Dom (12/05), às 15h. Grátis. Livre.

Exposição “A casa que carrego”

Uma exposição livro-aberto, convidando todos a se envolverem na narrativa visual e poética que se desdobrará diante de seus olhos.

Ter a dom, às 9h. Até 19/05. Grátis. Livre.

Exposição “Cromatografia do tempo”

A mostra busca explorar a fotografia como uma construção do tempo e do espaço, utilizando a cromatografia (técnica de separar misturas) como fio condutor para expressar nuances temporais e cromáticas nas obras.

Ter a dom, às 9h. Até 16/05. Grátis. Livre.

Troca-troca de livros 

Ter a dom, das 9h às 18h. Grátis. Livre. 

Centro de Artes Calouste Gulbenkian
Rua Benedito Hipólito 125, Praça XI / Centro
SIGA @caloustegkoficial 

Sarau 021

A 12ª edição do Sarau 021 ocorre em 11 de maio, a partir das 14h, no auditório (3º andar). A programação bimestral incentiva poetas, escritores e slam ao compartilhamento por meio de leituras, recitações e cantos que retratam a cultura carioca, cenários sociais e históricos, pensamentos preconceituosos, vivências e muito mais.

Sáb (11/05), às 14h. Grátis. 18 anos.

Exposição Bienal Black

A 3ª edição da Bienal Black constrói um fluxo a ser percorrido em seis centros culturais, até maio de 2024, promovendo um diálogo reflexivo sobre as histórias, experiências e contribuições de artistas e seus movimentos para a cena cultural brasileira, equilibrando narrativas de gênero e raça.

Seg a sáb, das 8h às 20h30. Até 31/05. Grátis. 14 anos. 

Memorial Municipal Getúlio Vargas
Praça Luís de Camões s/nº, Glória
SIGA @memorialgetuliovargas 

Roda de choro “Chora – Mulheres na Roda”

“Chora – Mulheres na Roda” é uma roda de Choro genuinamente carioca, formada por um  quarteto de musicistas. O grupo surgiu a partir da necessidade de redução da desigualdade de gênero na cena cultural, principalmente na música instrumental. A escassez da presença feminina é gritante nesse meio. A apresentação contará com um repertório de composições autorais e clássicos do Choro, com destaque para compositoras brasileiras. Antes do show, haverá uma oficina de Choro gratuita, destinada somente a mulheres. 

Sáb (11/05), às 14h. R$0,50 a R$ 1. Livre.

Exposição permanente Getúlio Vargas 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Troca-troca de livros 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Centro de Arte Hélio Oiticica
Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro
SIGA @cma.heliooiticica 

Encontro “Macumba Poética”

“Macumba Poética” é um ritual público de encantamento que propõe um diálogo entre variadas linguagens artísticas: teatro, poesia, performance, circo, música, dança e artes visuais. Iniciaremos nossa concentração em frente ao CMA Hélio Oiticica, de onde sairemos em cortejo até a Praça Tiradentes, acompanhados pela bateria do Mestre Riko e por muitos artistas e parceiros de Arte Pública. 

Sáb (11/05), às 14h. Grátis. Livre.

Lançamento do livro “Ambientes to PLAY: os espaços cênicos de Hélio Oiticica”

Lançamento do livro e exibição de maquetes e desenhos realizados pela autora no processo de investigação dos trabalhos desse artista que se relacionam com reflexões do campo das artes cênicas.

Sáb (11/05), às 14h. Grátis. Livre.

Exposição “Imaginar com a terra”

Imaginar com a terra é uma exposição individual de Priscilla Menezes com curadoria de Cristina Salgado. A mostra integra desenhos, obras fotográficas e experimentações em outras linguagens. Tem como tema central a conexão entre os seres da biosfera, com ênfase nas alianças entre mulheres e bichos, traçando uma poética dos “parentescos estranhos” (Haraway) que aponta para a criação de um mundo composto por múltiplas agências e centros de consciência. “Imaginar com a terra” é uma proposta, a um só tempo, poética e política que convida a enraizarem a imaginação junto à complexa teia que compõe a vida.

Seg a sáb, das 10h às 18h. Até 18/05. Grátis. 12 anos.

Exposição “Bienal Black”

A 3ª Bienal Black Brazil Art é um projeto nômade que busca descentralizar e  mapear a produção de artes de expressões afro-brasileiras produzidas por mulheres e  minorias e abre a discussão sobre o tema Fluxos (in) Fluxo: Transitoriedade, Migração e  Memória abordando a complexa teia de relações e experiências que envolvem a  migração e a mobilidade humana com efeitos na memória e identidade e no senso de  pertencimento. 

Seg a sáb, das 10h às 18h. Até 25/05. Grátis. Livre.

Exposição “Programa Hélio Oiticica” 

Uma plataforma experimental que coloca a obra do artista como um campo de experiências transdisciplinares em diálogo com obras de outros artistas de diferentes períodos. 

Seg a sáb, das 10h às 18h. Grátis. Livre.

COSMO HO – Visitas Mediadas

Adequadas para pessoas de todas as idades, essas visitas oferecem um percurso em grupo com base na programação proposta pelo Programa Educativo. Para mais informações, acessar o link: https://cmahoiticica.wixsite.com/cmaho/visitas-mediadas ou email educativocmaho.culturario@gmail.com

Sábados, às 14h e 16h. Grátis. Livre.

Biblioteca Annita Porto Martins

Rua Sampaio Viana 357, Rio Comprido 

SIGA @bibliotecaannitaportomartins 

Projeto Adote um Livro 

Todas as quintas-feiras, às 9h. Grátis. Livre. 

Troca-Troca de Livros 

O leitor pode trocar até dois livros por livros disponíveis no carrinho do troca-troca ( precisa estar em bom estado de uso e ser de literatura em português).

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

ZONA NORTE

Lona Cultural Carlos Zéfiro
Av. Estrada Marechal Alencastro s/no, Anchieta
SIGA @lonaanchieta

Show “Gospel Rock Revival”

Uma noite em que a obra e o repertório dos grandes nomes do rock cristão brasileiro, com ênfase nos pioneiros do gênero e a produção dos anos 80 e 90, é o centro.

Sáb (11/05), às 19h. R$ 10 a R$ 30. Livre.

Baile de dança de salão

Baile dos alunos da oficina de dança de salão da Lona Cultural Municipal Carlos Zéfiro.

Ter (14/05), às 18h. Grátis. 10 anos.

Areninha Cultural Renato Russo

Parque Poeta Manuel Bandeira s/no, Cocotá, Ilha do Governador

SIGA @areninhacariocarenator

Show de comédia  “Ranther Melo”

Ranther Melo, ator, comediante, engenheiro e carioca. O palco e a comédia entrou na vida de Ranther em 2012, quando na festa de aniversário de 50 anos da sua mãe, Ranther subiu no palco caracterizado e fez uma homenagem interpretando sua mãe, levando os convidados as gargalhadas. Assim descobriu o teatro, e em 2013, iniciou sua jornada teatral, realizando diversas peças.

Sáb (11/05), às 20h. R$ 30 a R$ 80. 12 anos.

Espetáculo “De mim ecoaram vozes”

“De mim ecoaram vozes” é um espetáculo de dança produzido pelo coletivo “Mulheres ao Vento”, que reside no Complexo da Maré desde 2016. Gratuito e aberto  ao público.

Sáb (11/05), às 15h. Grátis. Livre.

EcoFeira Ilha – Edição de Dia das Mães

No mês de maio comemoramos o dia das mães e, com isso, nossa edição especial já tem data marcada! Além das atrações que vocês já estão acostumados, teremos uma apresentação especial do espetáculo De Mim Ecoaram Vozes de dança e você é nossa/o convidada/o!

Sáb (11/05), às 11h. Grátis. Livre.

Areninha Cultural João Bosco

Av. São Félix, 601 – Vista Alegre, Rio de Janeiro – RJ, 21236-010

SIGA @areninhaculturaljoaobosco

Show “Mãe do Redentor – Uma Declaração de Amor a Maria”

Grande show católico em homenagem à Mãe de Jesus e nossa mãe também! No mês dedicado a Maria, trazemos as mais belas canções marianas interpretadas por grandes artistas católicos do Rio de Janeiro, cantando juntos e declarando todo seu amor à Mãe do Senhor.

Sáb (11/05), às 19h. R$30 a R$ 80. Livre.

Show de comédia stand-up “KD o Show”

“KD o show” é um espetáculo de comédia stand-up que nunca se repete, protagonizado pelos humoristas Kwesny e Daniel Lopes. Com personalidades complementares e textos sobre os mais diversos assuntos, desde juventude no Rio de Janeiro até às dificuldades da vida adulta, os dois comediantes surpreendem a plateia no palco com muita interação, improviso e textos sobre acontecimentos recentes.

Dom (12/05), às 19h. R$30 a R$ 60. 16 anos.

Areninha Herbert Vianna

Rua Ivanildo Alves, s/n° – Nova Maré- Maré

SIGA @areninhadamare

Mostra de dança “Queles piques”

Realizada por dois artistas mareenses, apresenta o produto final de 4 oficinas de dança realizadas em vários equipamentos da maré.

Sex (10/05), às 16h. Grátis. 12 anos.

Espetáculo “Vem com o Traz a Caçamba! – Vivências Imersivas”

“Vem com o Traz a Caçamba! – Vivências Imersivas” é um projeto que visa preservar e promover as tradições culturais locais, ao mesmo tempo em que oferece oportunidades únicas de aprendizado, expressão e interação. Em cada encontro, o projeto busca convidar pessoas de todas as idades a se envolverem com a cultura vibrante e envolvente do carnaval, além de manter ativo o trabalho do Bloco Traz a Caçamba, tornando-o cada vez mais um grupo cultural dinâmico e interativo.

Sáb (11/05), às 16h. Grátis. Livre.

Espetáculo “Todos por um”

Um espetáculo de dança solo composto por 2 músicos e um dançarino que nos convida a embarcar na saga de Agenor, um homem negro, nascido em 6023, que deixa o planeta onde vive, para voltar a seu planeta natal, mas, ao chegar, se percebe um estranho dentro de sua própria cultura. Embarcando em uma crise de identidade, ele se pergunta: “quem sou eu?”.

Seg (13/05), às 16h. Grátis. 12 anos.

Arena Cultural Fernando Torres
Bernardino de Andrade, 200 – Madureira
SIGA @arenafernandotorres


Espetáculo “Oxóssi: O Guardião é Popular”

Um espetáculo infantil de dança afro, desenvolvido pelo Grupo Tambor de Cumba, que apresenta um mito tradicional da sociedade Iorubá onde diversos caçadores são convocados para abater o grande pássaro das feiticeiras que aterrorizavam a cidade de Ilê Ifé, berço da civilização iorubá, durante o período de festas da colheita de inhames.

Sex e sáb (10 e 11/05), às 15h. Grátis. Livre.

Arena Jovelina Pérola Negra

Praça Ênio s/nº, Pavuna

SIGA @arena.jovelina

Show em homenagem ao Dia das mães

A Ong Motivando a Viver irá fazer uma apresentação dos seus alunos do projeto em homenagem ao dia das Mães com apresentação de dança, ginástica rítmica, dança do ventre, capoeira entre outras atividades 

Sex (10/05),  às 19h. Grátis. Livre.

Arena Cultural Dicró 

Parque Ary Barroso – Entrada pela Rua Flora Lôbo s/nº, Penha Circular 

SIGA @arenadicro

10º Festival Internacional Pequeno Cineasta

O Festival Internacional Pequeno Cineasta (FIPC) é um projeto pioneiro no Brasil, que apresenta exclusivamente filmes realizados por crianças e jovens do mundo todo. O Festival reúne e gera outros projetos, que possibilitam ampliar o alcance da iniciativa de, como as oficinas de cinema para crianças e jovens, a Plataforma Virtual Pequeno Cineasta na Escola e o concurso Sustente a sua História.

Qui e sex  (09 e 10/05), às 10h. Grátis. Livre.

Areninha Cultural Terra

Rua Marcos de Macedo s/nº, Guadalupe

SIGA @acmterra

Show de comédia stand-up “Tudo Conectado”, com Kwesny

O comediante Kwesny, sucesso nos palcos e redes sociais, apresenta seu solo de comédia Tudo Conectado, fazendo desta noite de sábado um grande momento de humor de stand-up comedy.

Sáb (11/05), às 20h. R$ 20 A R$ 40. 16 anos.

Bazar Colaborativo

A artesã Marina Araújo coordena um grupo de artesãs e customizadoras em uma feira de brechó e artesanato.

Ter e qua de maio, às 9h. Grátis. Livre.

Centro da Música Carioca Artur da Távola
Rua Conde de Bonfim 824, Tijuca
SIGA @centrodamusicacarioca 

Projeto “Relvas Ao Vivo”

“Relvas Ao Vivo” é um projeto que tem por objetivo mostrar as principais influências e referências do artista, apresentando um show junto de sua banda, trazendo suas músicas autorais lançadas e inéditas, e algumas releituras de obras famosas do cenário nacional e internacional, como as de Djavan, Bruno Mars, Vanessa DaMata, Vitor Kley, Amy Winehouse, Glória Groove, entre outros. 

Qui (09/05), às 19h. R$ 15 a R$ 30. 14 anos.

Show “Samba, Semba e Outras Bossas”, de Ricardo Vilas e Banda Bacana 

O show, ao citar em seu título estes dois gêneros musicais, visa estabelecer um diálogo entre as músicas populares do Brasil e da África de língua oficial portuguesa (Angola, Moçambique, Cabo Verde). O repertório será composto de 18 músicas, entre as quais 2 inéditas, e será em sua maioria autoral de Ricardo Vilas, só ou em parceria. 

Sex (10/05), às 19h. R$ 15 a R$ 30. 14 anos.

Show “Diálogos”, de Vicente Paschoal 

A orquestra de Violões da AV Rio realiza mensalmente, a série “Sarau da AV Rio”, no qual o violão é a estrela principal. Para esta edição o convidado é o violonista: Vicente Paschoal. “Diálogos” reúne em seu repertório, obras de Vicente Paschoal e de alguns compositores que o influenciaram, tais como Hans Haug, Manuel Maria Ponce e Hans Werner Henze. O quase ineditismo das obras de Vicente Paschoal dialogam com as consagradas, Sonata III de Manuel Maria Ponce e Drei Tentos (do Kammermusik 1958) de Hanz Werner Henze.

Sáb (11/05), às 16h. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Show “Simplesmente Paulinho da Viola”, de Eliane Faria 

Eliane Faria, a primeira filha do renomado músico Paulinho da Viola comemora 30 anos de carreira. Neste show especial, a cantora apresentará um repertório cuidadosamente selecionado, que abrange os grandes sucessos de Paulinho da Viola ao longo de sua carreira e também uma música inédita em homenagem a ele feita em parceria com o compositor Luciano Bicudo. Será uma noite de encontros musicais emocionantes relembrando momentos marcantes da carreira de um dos maiores artistas da música popular brasileira.

Sáb (11/05), às 17h. R$ 25 a R$ 50. Livre.

Clássicos Domingos apresenta “Solo”, de André Siqueira 

O show “Solo”, de André Siqueira, marca o reencontro do compositor e multi-instrumentista com sua própria trajetória, reunindo arranjos feitos ao longo dos anos para músicas que marcaram a sua – e a nossa – memória afetiva. Além dos arranjos inéditos, traz uma variação de timbres graças à utilização de dois instrumentos parecidos, porém distintos: o violão de seis cordas e o violão barítono.

Dom (12/05), às 11h. R$ 15 a R$ 30. Livre.

 Domingo das Crianças “Os Saltimbancos” ,da Companhia Fábrica de Sonhos 

A história narra as aventuras de quatro animaizinhos, explorados por seus donos, que resolvem fugir para a cidade e tentar a sorte como músicos. É uma tradução e adaptação feita por Chico Buarque de Holanda, em 1977, da peça teatral de Sérgio Bardotti e Luiz Enriquez Bacalov, que por sua vez haviam feito uma adaptação do conto “Os músicos de Bremen”, dos irmãos Grimm. 

Dom (12/05), às 16h. R$ 20 a R$ 40. Livre.

Quartas Acústicas apresenta “Rapha’s Jazz Sessions”, de Raphaella Souza 

Raphaella Souza, nova promessa da música, apresenta o show “Jazz Sessions”, com repertório que traz, em seu repertório, nomes como George Benson, Roberta Flack, Michael Jackson, Stevie Wonder, Etta James entre outros artistas e bandas de grande relevância no gênero musical, tendo como ponto alto um Tributo às Divas Amy Winehouse e Sade, além de um Tributo à saudosa Rita Lee. 

Qua (15/05), às 19h. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Exposição “Música Brasilis”

Uma viagem pelos 500 anos da música no Brasil, na exposição interativa realizada pelo Instituto Musica Brasilis, sob a curadoria de Rosana Lanzelotte e traz a primeira linha interativa que mostra momentos emblemáticos e os músicos através de exemplos dos seus repertórios, por meio de instrumentos musicais, vídeos e instalações interativas.

Ter a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre.

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino 115, Tijuca
SIGA @ccoreograficorj

Mostra “As cores e caminhos da dança”

Uma mostra de dança que reúne uma multiplicidade de estilos e técnicas do movimento para ressaltar suas qualidades, características, ritmos e especificidades. Na abertura de cada dia, a história de um bailarino e o caminho que a dança os levou. A dança como instrumento transformador na vida dos jovens.

Sex e sáb (10 e 11/05), às 16h. R$ 30 a R$ 60. Livre.

Teatro de Guignol da Tijuca
Praça Comandante Xavier de Brito s/n°, Tijuca
SIGA @teatroguignoltijuca.rio


Espetáculo “Paixonetices de um Galalau”

O Palhaço Galalau, um galanteador desajeitado, viaja entre estouros e paixões, se esbalda em suas ilusões e alusões amorosas. Através de seus cambalachos e traquinagens, busca se divertir e divertir quem o vê, proporcionando a partilha do riso por meio do encontro. A partir da pesquisa em comicidade, pelo viés da palhaçaria, a esquete tem como o tema da paixão.

Sáb (11/05), às 16h. Grátis. Livre.

CineCarioca Nova Brasília
Praça Nossa Senhora de Fátima, Rua Nova Brasília s/nº, Bonsucesso
SIGA @cinecariocanovabrasilia 


Exibição do filme “
O Dublê

Ter a dom, às 14h e 21h30. R$ 5 a R$ 10. 14 anos.

Exibição do filme “Ursinho Pooh: Sangue e Mel 2”

Ter a dom, às 19h30. R$ 5 a R$ 10. 18 anos.

Exibição do filme “Garfield: Fora de Casa”

Ter a dom, às 16h10 e 17h50. R$ 5 a R$ 10. Livre.

Biblioteca Euclides da Cunha
Praça Danaides s/nº, Cocotá – Ilha do Governador
SIGA @bibliotecaeuclidesdacunha 


Troca-Troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Caixeiro Viajante: Doação de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Biblioteca João do Rio
Av. Monsenhor Félix 512, Irajá
SIGA @bibliotecajoaodorio

Troca-troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Pegue e Leve: distribuição de livros 

Seg a sex, das 9 às 17h. Grátis. Livre. 


ZONA OESTE

Cidade das Artes
Av. das Américas 5300, Barra da Tijuca
SIGA @cidadesdasartes_ 

Quintas Sonoras  apresenta Show “Mart’nália em Quarteto” 

Consagrada com dois Grammys Latinos de Melhor Disco de Samba, Mart’nália inaugura a primeira edição do Quintas Sonoras Cidade das Artes no mais alto astral, esbanjando talento e malemolência. A artista fará um show de 70 minutos em quarteto e no repertório sucessos como “Cabide”, “Pra que chorar”, “Onde anda você”, “Chega”, “Entretanto”, “Be Happy”, entre outras canções de seu pai Martinho da Vila, e outros bambas do samba como Vinicius de Moraes e Chico Buarque.

Qui (09/05), às 20h30. R$ 70 e R$ 160. Livre.

Espetáculo de ballet “Floresta Amazônica”

O espetáculo “Floresta Amazônica” foi inspirado na sinfonia homônima escrita pelo renomado compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos em 1958. Essa obra musical icônica retrata de forma única a exuberância da Amazônia. O projeto, celebra não apenas a grandiosidade da região, mas também faz alusão aos 64 anos de falecimento de Villa-Lobos, um talentoso compositor, instrumentista e regente.

Sáb (11/05), às 16h e 20h. Dom (12/05), às 16h. R$ 17,50 e R$ 70. Livre.

Exposição permanente “Maquete de Lego do Rio de Janeiro”
A maquete do Rio feita totalmente em Lego foi construída para homenagear de forma criativa e inusitada a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Seg a dom, das 10h às 18h. Grátis. Livre.

*O funcionamento da LEGO está sujeito à alteração em decorrência dos eventos realizados na Cidade das Artes. Mais informações: 3325-0102

Areninha Cultural Sandra Sá
Rua Doze 1, Santa Cruz
SIGA @areninhasandrasa 

Domingo Recreativo para crianças

Um domingo cheio de brincadeiras, desenhos e músicas com as crianças moradoras do entorno do equipamento.

Todo domingo, às 11h. Grátis. Livre.

Areninha Cultural Hermeto Pascoal
Praça Primeiro de Maio s/no, Bangu
SIGA @areninhahermetopascoal

Show “Rataria Nuclear Fes – 20 Anos de Banda”

Show comemorativo de 20 anos da banda Rataria Nuclear, com apresentação ao vivo das bandas Rataria Nuclear, Caos, Eu’s Lírico e Kombs e na área externa expositores locais de artesanato.

Sex (10/05), às 17h. Grátis. 12 anos.

Espetáculo “O Menino que Sobreviveu – Harry Potter”

Apresentação teatral da Cia Sou Arte, sobre a história de um menino chamado Harry Potter, com poderes sobrenaturais e que não sabe lidar com eles. Essa trama trará muitos mistérios e acontecimentos

Sáb (11/05), às 19h. R$ 20. 10 anos

Areninha Cultural Gilberto Gil
Av. Marechal Fontenele 5.000, Realengo
SIGA @lonaggil

Espetáculo “O jardim encantado das mães”

Serão apresentadas danças e musicalidade da nossa cultura brasileira e também da lingua inglesa, por se tratar de uma instituição de ensino bilingue,terá também uma apresentação de ballet.

Sex (10/05), às 18h. R$ 20. Livre.

Show “Padua nos tempos da jovem guarda”

Padua e Banda tocam as melhores músicas da jovem guarda dos anos 60 e 70.

Sáb (11/05), às 19h. R$ 15 a R$ 30. 14 anos.

Feira Comunitária de Artesanato e Gastronomia
Quintas, às 15h. Grátis. Livre.

Centro Cultural Dyla Sylvia de Sá
Barão, 1.180 – Praça Seca
SIGA @centroculturaldyladesa

Roda de sambas autorais “Me empresta um tom”

A roda de sambas autorais “Me empresta um tom” tem como objetivo trazer para o protagonismo os compositores autorais. O evento acontecerá mais uma vez na zona Oeste e contará com grande nomes do samba de raiz.

Sáb (11/05), às 15h. Grátis. Livre.

ATIVIDADES FORMATIVAS

(CURSOS, OFICINAS, WORKSHOPS)

OFICINAS FIXAS COM MATRÍCULAS ABERTAS NOS EQUIPAMENTOS:

https://cultura.prefeitura.rio/noticias/oficina-na-cultura/

ZONA SUL

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)
Est. Santa Marinha s/nº, Gávea
SIGA @mhc.rio

Oficina “Arte e Natureza”A oficina de artes com educação ambiental, conduzida pela equipe educativa do Museu, oferece uma experiência interativa e enriquecedora que harmoniza a expressão artística com a conscientização ambiental.
Com uma duração máxima de 45 minutos, essa atividade convida participantes de todas as idades a embarcar em uma jornada única de aprendizado e auto expressão.
Durante a oficina, os participantes têm a oportunidade de mergulhar no mundo natural e explorar suas conexões com a arte visual. O enfoque principal reside na relação íntima entre o ambiente e a expressão artística, demonstrando como a natureza pode se tornar uma fonte inesgotável de inspiração criativa.

Todo domingo, às 9h30. Grátis. Livre.

CENTRO

Museu de Arte do Rio (MAR)
Praça Mauá 5, Centro
SIGA @museudeartedorio

Atividade Educativa “Parabéns pra você!”

Ritos de passagem são importantes manifestações comunitárias que vinculam significados e que carregamos conosco na nossa construção como indivíduo no mundo. E você, o que celebra? Nesta atividade, os educadores da Escola do Olhar convidam você a comemorar. O que? Vamos descobrir juntos.

Sáb e dom (11 e 12/05), às 10h30. Grátis. Livre.

Projeto “Memoridades”
Oficinas realizadas para idosas da região portuária a partir de literaturas de mulheres negras. Com exercícios de cena, leitura dramatizada e dirigida a ser realizada na Biblioteca MAR em consonância com as práticas de fomento à leitura.

Terças de maio, às 14h. Grátis. Livre.

Centro de Arte Hélio Oiticica
Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro
SIGA @cma.heliooiticica

Oficina Corpo-Palavra
Oficina de dança contemporânea que tem como ponto de partida a metodologia dos Butoh-Fu. O trabalho fornece impulsos para estados internos, de coreografar movimento a partir de imagens.

Seg e qua (13 e 15/05), das 14h às 17h. R$80. Livre.

Oficina “Eu, Videomaker – Oficina Audiovisual”
“Eu, Videomaker” é uma oficina gratuita de produção audiovisual totalmente feita a partir de telefone celular. Com o objetivo de ajudar a inserir jovens no mercado de trabalho – produzindo vídeos para suprir as demandas de pequenos clientes, como comércios de bairro e profissionais liberais – a oficina trará dicas práticas de roteiro, produção, filmagem, entrevista, locução, edição e comercialização do material.

Ter e qui, das 10h30 às 12h30. Até 18/06. Grátis. Livre.

Curso “TEKOHÁ: brasilidades em trânsito”

“TEKOHÁ: Brasilidades em trânsito” propõe trabalhar diversos aspectos da arte e cultura indígena e quilombola a fim de promover uma reflexão sobre outros modos de vida e evocar a reantropofagia brasileira ao reescrever narrativas que ilustraram nosso país.

Quintas, às 15h. Até 27/06. Grátis. 16 anos

Ateliê Fabular: Brincando com formas e texturas

As oficinas artísticas possuem como objetivo apresentar de forma lúdica materiais e texturas existentes no mundo à nossa volta, desenvolvendo o olhar sensível. As oficinas serão ministradas pela artista educadora da sensibilidade Anna Bea Pessanha, idealizadora do Ateliê Fabular que busca a união entre artes, infância e natureza.

Quartas, às 14h. Até 22/05. R$ 80. Livre.

Curso “Ateliê Poético-Conceitual: Estilhaços, Colagens, Constelações”

O curso vai abordar a produção poético-conceitual dos participantes, a partir de sessões de crítica e discussão coletivas orientadas pelo docente. Busca-se fortalecer posturas inconformistas e experimentais frente aos problemas urgentes da contemporaneidade

Toda quarta-feira, das 14h às 17h. Até 28/08 (exceto julho). Grátis. 18 anos.

Curso “Contra-histórias da Natureza (Xenopoéticas)”
O curso propõe pensar sobre a centralidade do conceito de Natureza no pensamento moderno e suas expressões na história da arte ocidental com o objetivo de evidenciar suas contra-histórias.

Quintas-feiras, das 14h Às 17h. Grátis. Livre.

Curso Mirim de Escola de Samba “Axé e Outros Ritmos”

Curso Mirim de Escola de Samba, Axé e outros Ritmos para crianças iniciantes e iniciados utilizando a prática em conjunto no processo de aprendizado. Instrumentos ensinados: surdos, caixa, tamborim, chocalho, agogô, entre outros.

Terças-feiras, às 16h. Até 25/06. Grátis. De 07 a 12 anos.

Orquestra de Música Didática em homenagem a Gilberto Gil

A Orquestra de Música Didática é um núcleo de estudos e experiências para a formação inicial e continuada de professores de música e integração entre universidade e educação básica. Neste ano, esta ação de extensão tem como foco a obra de Gilberto Gil, enquanto geradora de saberes.

Quintas-feiras, às 14h. Até 11/07. Grátis. Livre.

Biblioteca Annita Porto Martins
Rua Sampaio Viana 357, Rio Comprido
SIGA @bibliotecaannitaportomartins


Exercícios para estimular a escrita criativa.
Qui (09/05), às 10h. Grátis. 16 anos.

ZONA NORTE

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino 115, Tijuca
SIGA @ccoreograficorj

Oficina “Xodó”
“Xodó” é uma oficina multilinguagem que fomenta ações de troca e cuidado, pessoal e coletivo, através de diversos elementos presentes na cultura do forró em diálogo com dança contemporânea, teatro, literatura, música e artes visuais. Essa imersão artístico-sensorial é aberta a todos os corpos e não demanda experiência prévia no campo da arte.

Sáb e dom (11 e 12/05), às 13h. Grátis. 16 anos..

Oficina “Dança Pesquisa de Si”“Dança Pesquisa de Si” é uma oficina de introdução aos dispositivos da dança contemporânea e suas metodologias de criação a partir da improvisação. A partir de técnicas que priorizam a propriocepção como disparadoras do movimento, investigaremos várias formas do uso consciente da força muscular e da amplitude articular e do (des)alinhamento ósseo atuando em conjunto.
Os objetivos são identificar e aprimorar a própria estrutura anatômica singular como referência para mover dentro das disposições de cada corpo; experimentar diferentes formas de deslocamento no espaço; perceber e trabalhar a relação do corpo com a gravidade; ampliar nosso repertório cotidiano de movimento; praticar a dança e o movimento como expressão de potência vital; praticar a atenção conjunta.

Qui a qui (09 a 16/05), às 18h. R$ 20 a R$ 40. Livre.

Oficina de dança “Afro Ancestralidade em Movimento: experimentações corporais”
A oficina se insere no trabalho de pesquisa das corporalidades e bases sonoras de manifestações culturais de origem africana e afro diaspórica, com ênfase nas releituras e criações brasileiras. Visa proporcionar uma experiência rítmica e motora, em uma vivência corporal enriquecida pelos movimentos e sons de diferentes referências culturais. Pretende desta forma, oferecer um ambiente de ampliação e descoberta do vocabulário expressivo individual e coletivo dentro de uma estética negra. Nesta edição a ênfase será dada às relações com o espaço/tempo em diálogo com os movimentos afro-referenciados.

Sex (10/05), às 10h. Grátis. 10 anos.

Oficinas de Dança Afro e Dança Contemporânea

Realização de aulas de dança afro, com Fábio Batista e de dança contemporânea, com Betho Pacheco, para o projeto Oficinas Filhos de Gandhi.

Ter a sex, das 19h às 20h30. Grátis. 14 anos.

Oficina “Aqueles Piques”
Aqueles Piques é um projeto teórico-prático que fomenta a pesquisa, o diálogo e os desdobramentos do encontro entre a dança contemporânea e o passinho, visando apresentar metodologias de ensino e produção em dança, longe das lógicas eurocentradas. O projeto conta com a realização de 4 oficinas gratuitas, com 4 horas de duração, em datas, horários e locais estipulados pela SMC do Rio de Janeiro. Serão ofertadas 20 vagas em chamada pública, para participação no projeto.

Ter e qui, às 16h. Até 09/05. Grátis. Livre.


Arena Cultural Fernando Torres

Rua Bernardino de Andrade 200, Madureira
SIGA @arenafernandotorres

Oficinas de Elaboração de Projetos Culturais

O projeto Oficinas de Projetos Culturais, Economia Criativa, Inclusão e
Empreendedorismo Social, é levar subsídios de capacitação, para empreendedores criativos que tenham como tem objetivo de fortalecer seus conhecimentos agregando valores,aos trabalhos já desenvolvidos, em ongs, associações, grupos e coletivos.

Qua a sáb (15 a 18/05), às 10h. Grátis. 18 anos.

Viaduto de Madureira

Baile de Charme do Viaduto de Madureira comemora aniversário de 34 anos no próximo sábado, 11

Evento marca a revitalização do espaço com inauguração do Maior Museu de Negritude Urbana

No próximo sábado (11), a partir das 22h, acontece o aniversário de 34 anos do Baile de Charme do Viaduto de Madureira, recheado de atrações e novidades. O espaço vai ganhar o Maior Museu da Negritude Urbana e vai ter muito som com os DJs Michell, Fernandinho,Vig, Gab e Guto. O evento também vai receber a DJ Tamy como convidada da festa. Além de muitas mixagens, teremos apresentação de Dança (com frequentadores do baile) e muitas surpresas.

Sobre o maior Baile de Charme do Brasil

O Baile do Viaduto de Madureira é o maior baile charme do Brasil há mais de 33 anos. Acontece no “Espaço Cultural Rio Hip Hop Charme” periodicamente todos os sábados a partir das 22h, embaixo do Viaduto Negrão de Lima, em Madureira.

O baile tem os seus DJs residentes e sempre recebe DJs convidados e atrações diversas em datas especiais, com preços populares e mantém o valor baixo de entrada mesmo em bailes especiais com grandes atrações. O baile do Viaduto não é só tradicional na zona norte do Rio. Desde fevereiro de 2013, se tornou patrimônio imaterial da cidade do Rio de Janeiro, e faz parte de toda cultura black dentro e fora do estado. Tem presença forte na construção da identidade negra, seja pela dança, pelo estilo, ou pela atitude.

Além de eventos semanais e premiações, o espaço já recebeu diversas atrações internacionais e nacionais: Chingy, Montell Jordan, Darrius, RahDigga, Negra Li, Quelynah, Nina Black, Sampa Crew, Dughettu, Sandra de Sá, Racionais MCs, Rappin Hood, Keith Sweat e muitos outros. Oferece também oportunidades para novos talentos musicais voltados para Black Music e muito bem freqüentado por nomes do meio artístico. Responsável por uma grande festa anual do “Dia da Consciência Negra” e constantemente realizando eventos sociais. Os ingressos já estão à venda no Sympla.

Novo Viaduto de Madureira e o Museu de Negritude Urbana

O Viaduto de Madureira é transformado em museu da cultura negra no Rio . Iniciativa será inaugurada no dia 11 de maio, coincidindo com o aniversário do Viaduto de Madureira, e, busca promover uma forte identidade comunitária.

O Viaduto de Madureira, emblemático espaço de cultura negra e urbana do Rio de Janeiro, está prestes a se transformar em um “museu vivo” graças ao Projeto Zona de Arte Urbana (ZAU). Criado em 2023, o ZAU foca em ações artísticas e educativas por meio do grafite. Idealizado por Airá Ocrespo, grafiteiro que pintou “a primeira ministra negra do STF”, a revitalização marcará os 34 anos do Viaduto e contará a história da Black Music brasileira tanto na parte externa quanto interna. Além de Airá, outros quatro artistas participam da ação, entre eles Amora, Agarte, Cety e Seon.

O charme é um ritmo que vem da Black Music americana. Contudo, os bailes-charme e suas manifestações têm origem na Zona Norte do Rio. O termo “Charme” foi cunhado pelo DJ Corello em um baile no clube Mackenzie, nos anos 1980, localizado no Méier. Antes de chegar em Madureira, em 1990, o Charme circulou e ganhou fama em bairros como Marechal Hermes e Abolição.

A concepção artística dos grafites segue uma linha histórica, contando a história da música negra, do charme e do baile do viaduto, além de abordar aspectos da negritude urbana carioca. “A revitalização visual do Viaduto de Madureira é de suma importância para criar um espaço de memória da negritude urbana carioca, exibindo nas paredes do local os marcos históricos que permeiam as origens das pessoas que ali frequentam e das culturas que o Viaduto abriga, no sentido de fortalecer o sentimento de identidade e pertencimento”, comenta Airá Ocrespo.

Serviço:
Aniversário de 34 anos do Baile charme do Viaduto de Madureira e inauguração do Maior Museu da Negritude Urbana .
Data : 11 de maio de 2024 – sábado
Horário: 22h
Local: Viaduto Negrão de Lima- Madureira.
Atrações : DJs Michell, Fernandinho, Vig, Gab e Guto. O evento também vai receber a DJ Tamy como convidada da festa.
Ingressos Antecipados: R$ 20 (Sympla)
Mais informações: (21) 96475-2020- DJ Michell.
Classificação: 18 anos.
contato@viadutodemadureira.com.br

Espetaculo-A-jornada-de-um-heroi-divulgacao-1

Confira programação cultural da semana até 8/5 pela SMC

Todos os ingressos em: linkin.bio/cultura_rio 

CENTRO

Teatro Correios Léa Garcia

Rua Visconde de Itaboraí 20, Centro

SIGA @teatrocorreiosleagarcia

ESTREIA – Espetáculo “A jornada de um herói”

“A jornada de um herói” é um espetáculo teatral que debate assuntos como racismo estrutural, relações de trabalho abusivas e desigualdades sociais, através do solo narrativo (monólogo) e do gênero cômico, buscando ressignificar uma famosa estratégia narrativa chamada “jornada do herói”, cunhada pelo escritor, mitologista e professor universitário Joseph Campbell. 

Esta é uma das formas mais antigas de se contar histórias e sempre busca narrar aventuras de homens brancos e ricos, vendendo a imagem destes como heróis. A proposta do espetáculo, no entanto, é transgredir esta ideia e trazer para o palco e protagonismo de José, um homem preto, pobre, periférico e analfabeto. 

Qui a sáb, às 19h. Até 1º/06. R$ 10 a R$ 40. 12 anos.

Teatro Ruth de Souza

Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa 

SIGA @teatroruthdesouza

ESTREIA – Espetáculo “Piracema”

A história conta a aventura vivida por um Pirá-tamanduá e dois Curimatãs. Os três peixinhos estão fazendo a piracema no “Velho Chico”, nadam contra a correnteza, passam por barragens e diversos desafios. Seu grande pavor é encontrar o maior dos monstros, a poluição. Para o espanto de todos, surge, também no fundo das águas, uma lenda bastante inusitada: a de uma menina skatista (humana! terrestre!) que estuda para ser cientista na esperança de melhorar o planeta. 

Qui (02 e 09/05), às 11h e 16h. Grátis. Livre.

Sáb e dom, às 16h. Até 12/05.  R$ 10 a R$ 20. Livre.

Show “Nana canta Nana”

Nana Kozak presta emocionante homenagem a Nana Caymmi, com voz única, ela mergulha em clássicos da MPB, oferecendo uma noite inesquecível. Doçura e intensidade se entrelaçam num espetáculo que promete encantar, transportando o público para um universo de emoções. Prepare-se para uma celebração musical com pérolas como “Cais”, “A noite do meu bem” e outras, numa jornada cativante pelas canções imortalizadas por Nana Caymmi.”

Sex (03/05), às 19h. R$ 20 a R$ 50. Livre.

Teatro Gonzaguinha

Rua Benedito Hipólito 125, Centro

SIGA @teatrogonzaguinha.rio

Espetáculo “Michael – A peça”

Michael é um jovem autista que mora com o pai e sofre o horror de ver seu suicídio ficando sozinho no mundo. Augusto é um velho carteiro alcoólatra que perdeu a mulher e o filho em um acidente e se vê sozinho no mundo. Da união desses dois seres tão diferentes surge uma história de amor como de pai e filho e uma nova oportunidade de felicidade e redenção.

Qui e sex (02 e 03/05), às 19h. R$ 20 a R$ 40. 12 anos.

Projeto Tbengston Balança e Samba no Balança da calçada 

A equipe irá homenagear mães que moram no Balança,  mães de filhos LGBTQIAPN.

Qua (08/05), às 19h. R$ 30 a R$ 60. 14 anos.

Museu de Arte do Rio (MAR)

Praça Mauá 5, Centro 

SIGA @museudeartedorio 

Exposição “Bloco do Prazer” 

A celebração da festa nas manifestações coletivas e individuais, inspirada na música interpretada por Gal Costa nos anos 1980. Dividida em 11 núcleos, a mostra tem mais de 350 obras: entre pinturas, esculturas, fotos, vídeos e instalações de mais de 90 artistas brasileiros. Tem curadoria de Marcelo Campos, Amanda Bonan, Thayná Trindade, Amanda Rezende, Jean Carlos Azuos e do curador convidado Bitú Cassundé. 

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20.  Livre.

Exposição “Abolicionistas brasileiras”

Parte da programação artística do Instituto Artistas Latinas, que tem entre suas ações, uma plataforma internacional de mapeamento de artistas contemporâneas em toda a América Latina, atuando como força de inserção de artistas mulheres emergentes no sistema da Arte. 


Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 30/06. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Exposição “Rio carnaval” 

Com curadoria do cenógrafo, arquiteto e artista Gringo Cardia e do historiador e escritor Luiz Antônio Simas, a mostra ocupa dois ambientes do museu abrigando cabine de projeção e 80 telas, Essa criteriosa seleção foi feita a partir de um vasto material, com mais de 800 fotos e muitas horas de imagens em vídeo.

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Exposição “Funk: um grito de ousadia e liberdade”

A temática apresenta e articula a história do funk, para além da sua sonoridade, também evidenciando a matriz cultural urbana, periférica, a sua dimensão coreográfica, as suas comunidades, os seus desdobramentos estéticos, políticos e econômicos ao imaginário que em torno dele foi constituído. 

Ter a dom, das 11h às 18h (última entrada às 17h).  Até 19/05. R$ 20. Livre.

Museu do Amanhã

Praça Mauá 1, Centro 

SIGA @museudoamanha 

Exposição “Sentir Mundo – Uma Jornada Imersiva”

Uma jornada imersiva por três áreas temáticas: No Dossel da Floresta; Por dentro do Solo; A Dança dos Insetos. Em cada uma delas, imagens, sons, texturas e aromas ativam os sentidos, no intuito de aproximá-lo da perspectiva que outras espécies têm do meio onde habitam. 

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 02/06. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição “Arte de código aberto”

Um convite para o público experimentar as relações entre arte e tecnologia e criar suas próprias obras generativas.

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). Até 19/05. R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Exposição principal do Museu do Amanhã 

Ter a dom, das 10h às 18h (última entrada às 17h). R$ 15 a R$ 30 (terças-feiras são gratuitas). Livre. 

Parque Glória Maria

Rua Murtinho Nobre 169, Santa Teresa 

SIGA @parquegloriamaria 

Show “Tons de Tarde”, com Kdosh e Banda

Versatilidade e letras marcantes fazem parte do trabalho desse artista com mais de 15 anos de estrada. Misturando Pop, Rap e TrapRock. Kdosh traz um trabalho que transita por vertentes da música urbana, falando sobre cotidiano, amor, superação e espiritualidade.

Sáb (04/05), às 17h. Grátis. Livre.

Show “Eu sou amor”, de Luiza Breves

A cantora e compositora Luiza Breves apresenta a versão pocket adaptada do show “Eu Sou Amor”. Apresentação inédita com um repertório de músicas autorais e versões de compositoras como Joyce Moreno, Rita Lee e da nova geração, Ekena. São canções que enaltecem e valorizam o lugar da mulher na sociedade, traz suas bandeiras por liberdade, igualdade, equidade, respeito e amor.

Dom (05/05), às 17h. Grátis. Livre.

Exposição “A casa que carrego”

Uma exposição livro-aberto, convidando todos a se envolverem na narrativa visual e poética que se desdobrará diante de seus olhos.

Ter a dom, às 9h. Até 19/05. Grátis. Livre.

Exposição “Cromatografia do tempo”

A mostra busca explorar a fotografia como uma construção do tempo e do espaço, utilizando a cromatografia (técnica de separar misturas) como fio condutor para expressar nuances temporais e cromáticas nas obras.

Ter a dom, às 9h. Até 16/05. Grátis. Livre.

Troca-troca de livros 

Ter a dom, das 9h às 18h. Grátis. Livre. 

Centro de Artes Calouste Gulbenkian 

Rua Benedito Hipólito 125, Praça XI / Centro 

SIGA @caloustegkoficial 

Exposição Bienal Black

A 3ª edição da Bienal Black constrói um fluxo a ser percorrido em seis centros culturais, até maio de 2024, promovendo um diálogo reflexivo sobre as histórias, experiências e contribuições de artistas e seus movimentos para a cena cultural brasileira, equilibrando narrativas de gênero e raça.

Seg a sáb, das 8h às 20h30. Até 31/05. Grátis. 14 anos. 

Memorial Municipal Getúlio Vargas

Praça Luís de Camões s/nº, Glória 

SIGA @memorialgetuliovargas 

Exposição permanente Getúlio Vargas 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Troca-troca de livros 

Qua a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre. 

Centro de Arte Hélio Oiticica

Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro 

SIGA @cma.heliooiticica 

Exposição “Imaginar com a terra”

Imaginar com a terra é uma exposição individual de Priscilla Menezes com curadoria de Cristina Salgado. A mostra integra desenhos, obras fotográficas e experimentações em outras linguagens. Tem como tema central a conexão entre os seres da biosfera, com ênfase nas alianças entre mulheres e bichos, traçando uma poética dos “parentescos estranhos” (Haraway) que aponta para a criação de um mundo composto por múltiplas agências e centros de consciência. “Imaginar com a terra” é uma proposta, a um só tempo, poética e política que convida a enraizarem a imaginação junto à complexa teia que compõe a vida.

Seg a sáb, das 10h às 18h. Até 18/05. Grátis. 12 anos.

Exposição “Bienal Black”

A 3ª Bienal Black Brazil Art é um projeto nômade que busca descentralizar e  mapear a produção de artes de expressões afro-brasileiras produzidas por mulheres e  minorias e abre a discussão sobre o tema Fluxos (in) Fluxo: Transitoriedade, Migração e  Memória abordando a complexa teia de relações e experiências que envolvem a  migração e a mobilidade humana com efeitos na memória e identidade e no senso de  pertencimento. 

Seg a sáb, das 10h às 18h. Até 25/05. Grátis. Livre.

Exposição “Programa Hélio Oiticica” 

Uma plataforma experimental que coloca a obra do artista como um campo de experiências transdisciplinares em diálogo com obras de outros artistas de diferentes períodos. 

Seg a sáb, das 10h às 18h. Grátis. Livre. 

COSMO HO – Visitas Mediadas

Adequadas para pessoas de todas as idades, essas visitas oferecem um percurso em grupo com base na programação proposta pelo Programa Educativo. Para mais informações, acessar o link: https://cmahoiticica.wixsite.com/cmaho/visitas-mediadas ou email educativocmaho.culturario@gmail.com

Sábados, às 14h e 16h. Grátis. Livre.

Biblioteca Annita Porto Martins

Rua Sampaio Viana 357, Rio Comprido 

SIGA @bibliotecaannitaportomartins 

Projeto Adote um Livro 

Todas as quintas-feiras, às 9h. Grátis. Livre. 

Troca-Troca de Livros 

O leitor pode trocar até dois livros por livros disponíveis no carrinho do troca-troca ( precisa estar em bom estado de uso e ser de literatura em português).

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

ZONA NORTE

Lona Cultural Carlos Zéfiro

Av. Estrada Marechal Alencastro s/no, Anchieta

SIGA @lonaanchieta

Show de Comédia Stand-up “Se eu contar, você não acredita…”, de Jean Gomes

O carioca Jean Gomes, que mora em Queimados, mas é cria de Anchieta, começou a fazer stand up comedy em 2015, em 2017 fez parte de um grupo chamado “Foca na comédia” e depois criou uma noite de stand-up chamada “Beer comedy”, onde levava como atrações comediantes famosos e iniciantes.

Sáb (04/05), às 19h. R$ 10 a R$ 30. 16 anos.

Areninha Cultural João Bosco

Av. São Félix, 601 – Vista Alegre, Rio de Janeiro – RJ, 21236-010

SIGA @areninhaculturaljoaobosco

Show “Flash Back – O Melhor dos Anos 70, 80 e 90”

Lennox DJ da equipe Black Soul tocando o melhor dos anos 70, 80 e 90 na mais animada festa Flashback do Rio, de Janeiro.Um espetáculo de som e a mais bela iluminação da noite carioca.

Sáb (04/05), às 19h. R$ 20 a R$ 50. 14 anos. 

Circo Star Show

Circo Star Show comemorando os 42 anos do palhaço Seboso.

Dom (05/05), às 15h30. R$ 15 a R$ 60. Livre. 

Areninha Herbert Vianna

Rua Ivanildo Alves, s/n° – Nova Maré- Maré

SIGA @areninhadamare

Espetáculo “Cadeira de balanço”

Cadeira de balanço é uma poesia estendida sobre a relação de uma avó e um neto atravessada pela regionalidade nordestina. A comicidade e a tragédia ajudam a narrar 11 anos de convivência e as descobertas da ausência, da saudade e das memórias. Neste tributo a Dona Caçula, seu neto Dudu, convida amigos e familiares para sua última despedida: Seu velório.

Sex (03/05), às 17h. Grátis. 12 anos.

Arena Cultural Fernando Torres
Bernardino de Andrade, 200 – Madureira

SIGA @arenafernandotorres

Espetáculo “Um pássaro não é uma pedra”

Uma pedra, um pedaço de escombro de um teatro destruído em um campo de refugiados em Jenin, na Palestina, conta suas histórias. Qual o sentido de fazer teatro em tempos de guerra?

Sex e sáb (03 e 04/05), às 19h. Grátis. 16 anos.

Baile charme “Essência Black – A Festa”

“Essência Black- A Festa”, edição “Tudo Azul”, será em Madureira, berço do charme, o evento celebra o estilo de vida e a cultura charme , destilando o melhor da black music , nacional e internacional.

Dom (05/05), às 16h. R$ 15 a R$ 60. 16 anos.

Arena Jovelina Pérola Negra

Praça Ênio s/nº, Pavuna

SIGA @arena.jovelina

Show “Tributo à Legião Urbana”, Banda Inspiração Urbana 

A Banda Inspiração Urbana apresenta os maiores sucessos da Banda Legião Urbana.

Sáb (04/05), às 20h. R$ 10 a R$ 30. 12 anos.

Sarau da Jovelina

Microfone aberto para voz e violão, poesia e dança para os artistas da região.

Dom (05/05), às 10h. Grátis. Livre.

Arena Cultural Dicró 

Parque Ary Barroso – Entrada pela Rua Flora Lôbo s/nº, Penha Circular 

SIGA @arenadicro 

Cineclube “Atividade Cultural de Greve”

Cineclube Ankito em parceria com o Cineclube Adélia Sampaio, exibirá os curtas: “Baixada: Dificuldades & Paixões”, “Ninguém via” e “Complexos”. Após a exibição, um debate imperdível com Fernando Ladeira, Lucas Maia, Renner Evangelista, Lucas Sodré e Gabriel Leal (bacharelandos em Produção Cultural do IFRJ – campus Nilópolis).

Sáb (04/05), às 14h. Grátis. Livre.

Baile “Forever Dancing”

O evento é um baile dançante com músicas dos anos 70, 80 e 90, no estilo Disco Music. Haverá um DJ responsável pelas sequências musicais, selecionadas através de computador e tocadas por equipamentos de som. Também haverá iluminação ambiente adequada para oferecer aos clientes a experiência de voltar no tempo quando a Disco Music era apreciada em danceterias.

Dom (05/05), às 16h. R$ 20 a R$ 40. 16 anos.

Areninha Cultural Terra

Rua Marcos de Macedo s/nº, Guadalupe

SIGA @acmterra

Show “Banda Cantos Gerais”

Com uma formação musical diversa e referências que remetem às tradições da Música Popular Brasileira a Banda Cantos Gerais realizam um show com Pérolas do Cancioneiro Brasileiro em um tributo ao Clube da Esquina e seus compositores.

Sáb (04/05), às 21h. R$ 25 a R$ 50. 10 anos.

Bazar Colaborativo

A artesã Marina Araújo coordena um grupo de artesãs e customizadoras em uma feira de brechó e artesanato.

Ter e qua de maio, às 9h. Grátis. Livre.

Centro da Música Carioca Artur da Távola

Rua Conde de Bonfim 824, Tijuca 

SIGA @centrodamusicacarioca 

 6º Encontro de Violeiros do Rio de Janeiro “Rio de Violas”

O show aborda o universo das violas brasileiras, chamando a atenção para a versatilidade da viola de 10 cordas e mostrando o trabalho de 8 artistas residentes na Cidade e no Estado do Rio que desenvolvem trabalhos consistentes onde a viola é protagonista, seja no contexto da música instrumental ou cantada. São eles: Andréa Carneiro, Bethi Albano, Du Machado, Marcus Azú, Marcus Ferrer, Paulinho Athayde, Paulo D’Àvila e Thyago Hermeto. 

Qui (02/05), às 19h. Grátis. Livre.

Show “Neymar Dias de Janeiro”

Multi-instrumentista, Neymar Dias é um dos maiores nomes da viola caipira da atualidade. Formou-se em composição e regência, e integrou orquestras respeitadas como a OSUSP e Experimental de Repertório. Em 2005 recebeu o prêmio revelação do “Prêmio Syngenta de Música Instrumental de Viola Caipira”. Em 2020 levou o 1o lugar no Concurso de Viola Caipira Revelando São Paulo, entre 50 finalistas. 

Sex (03/05), às 19h. Grátis. Livre.

Show “Conversa Ribeira”

Com 22 anos de atuação, o Conversa Ribeira – trio formado por Andrea dos Guimarães, Daniel Muller e João Paulo Amaral – segue realizando uma meticulosa e entusiasmada pesquisa, que busca trazer à superfície pérolas criadas por grandes autores da história da música caipira. Assim, integram o repertório “Atrás poeira”, de Ivan Lins e Vitor Martins, “Folia”, de Lourenço Baeta e Xico Chaves, e “Olho d’água”, de Paulo Jobim e Ronaldo Bastos.

Sáb (04/05), às 17h. Grátis. Livre.

Show “Miguel Bezerra e Ednaldo Santos”

A dupla traz ao 6º Encontro de Violeiros do Rio de Janeiro o tradicional repente nordestino, com versos improvisados que envolvem o público numa interação criativa e muito bem humorada. Miguel Bezerra nasceu em 1951, em Paraibano (CE), pertinho de Fortaleza. Aprendeu com o pai a diferença entre o repente e o cordel e, desde os dez anos de idade, não gagueja e não esquece uma rima. Se não ganha um desafio, empata. Há 57 anos trabalha pela cultura do repente ao som da viola típica nordestina.

Sáb (04/05), às 18h30. Grátis. Livre.

Show “Juliana Andrade e Brenda Violeira do Pantanal: Homenagem a Helena Meirelles”

Show inédito preparado especialmente para o VI Encontro. Juliana Andrade é nascida no dia de Reis, 6 de janeiro, na cidade de São Paulo. Começou a tocar ainda menina, fascinada pela viola caipira e seu som; aprendeu tocar com seu pai Francisco, que é a sua maior referência musical! No ano de 1994 teve o privilégio de se apresentar no palco do Viola Minha Viola ao lado de Inezita Barroso, que se tornou sua madrinha, amiga e conselheira, desde esse dia nunca mais soltou a viola, sendo aclamada pela rádio e televisão cultura e seus ouvintes recebendo o título de Princesa da Viola.

Sáb (04/05), às 20h. Grátis. Livre.

Show “Daniel Ganc”

Daniel Ganc, violeiro, violonista e compositor, apresenta um panorama da rica e diversa música instrumental brasileira. Com repertório integralmente autoral, o jovem instrumentista traz frescor a esta cena, através de suas composições. O trabalho explora o vasto universo de ritmos e gêneros da nossa cultura popular, como maracatu, baião, choro e ijexá, inserindo-os num contexto contemporâneo.

Dom (05/05), às 11h. Grátis. Livre.

Roda de viola

Dom (05/05), às 13h. Grátis. Livre.

Show  “Henrique Bonna e Álvaro Fusco”

Os agudos e médios da Viola Caipira em equilíbrio com os graves do Contrabaixo Acústico é a tônica que rege o duo. O trabalho mescla no seu repertório músicas autorais e regionais brasileiras, de Almir Sater, Renato Teixeira e muitos outros.

Domingo (05/05), às 15h30. Grátis. Livre.

Show “Bumba Meu Boi Trupiniquim”

Nessa farsa musicada, com violão, viola caipira, maracás, matracas, caixa, triângulo e pandeiros nos ritmos de toada, calango, coco, baião e samba, os palhaços e músicos Cor Iza (Karol Schittini), Rapé (Bárbara Vento) e Caploft (Pedro Sayd) fazem os personagens centrais da história: o casal Catirina e Pai Chico, e o Coronel fazendeiro, além de se revezarem como “miolo” do boi. De maneira alegórica convidam o público a cantar e interagir em cena, através da inserção de brincadeiras populares.

Dom (05/05), às 16h. Grátis. Livre.

Palco aberto de viola

É um espaço criado dentro da programação do 6º Encontro de Violeiros do Rio de Janeiro para violeiras, violeiros e pequenos grupos de até três pessoas apresentarem seus trabalhos com músicas instrumentais ou cantadas. O essencial é que a viola seja protagonista na sua apresentação! Para se inscrever, envie um e-mail para riodeviolasrj@gmail.com

Dom (05/05), às 17h. Grátis. Livre.

Show “Orquestra de Violas Caipirando”

A orquestra sediada em Jacarepaguá, surgiu em 2010 a partir do curso de viola caipira (ou “viola de 10 cordas”) da Escola ELAM, ministrada pelo músico Henrique Bonna. Hoje com 30 integrantes, a orquestra celebra a música e a cultura caipira, apresentando clássicos deste cancioneiro e composições autorais, em arranjos e adaptações criadas pelo seu professor e maestro Henrique Bonna. Ao longo dos anos, outros instrumentos foram sendo incorporados, como rabeca, flauta e percussões. Mas a protagonista segue sendo a viola.

Dom (05/05), às 18h. Grátis. Livre.

Quartas Acústicas apresenta “Chris Cavalcante Acústico”

Músico, cantor e multi-instrumentista maranhense, Chris tem como referências musicais desde o Rock Progressivo com Yes, Genesis e Pink Floyd, indo para Guilherme Arantes, Mutantes até as canções mais singelas dos cancioneiros brasileiros. Gilberto Gil, Djavan, Caetano Veloso e com certeza, muito Beatles. No show, apresenta um repertório vasto de brasilidades e de músicas internacionais, bem diversificado passeando por diversos gêneros musicais.

Qua (08/05), às 19h. R$ 15 a R$ 30. 12 anos.

Exposição “Música Brasilis”

Uma viagem pelos 500 anos da música no Brasil, na exposição interativa realizada pelo Instituto Musica Brasilis, sob a curadoria de Rosana Lanzelotte e traz a primeira linha interativa que mostra momentos emblemáticos e os músicos através de exemplos dos seus repertórios, por meio de instrumentos musicais, vídeos e instalações interativas.

Ter a dom, das 10h às 17h. Grátis. Livre.

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro

Rua José Higino 115, Tijuca 

SIGA @ccoreograficorj 

Festival Capoeira Brasil

O festival se caracteriza por promover o “batizado” de capoeira, trazendo consigo a ancestralidade, promovendo a cultura brasileira através da roda, das músicas e do jogo . O evento vem com o objetivo de graduar alunos que treinaram no mínimo 6 meses no ano, para que o mesmo possa estar apto a trocar de corda. Também tem a função de comemoração, afinal, mais uma etapa foi encerrada com sucesso.

Qui (02/05), às 18h. Grátis. Livre.

Espetáculo “Isaura”

“Isaura” é um espetáculo inédito de dança em homenagem à bailarina, professora e coreógrafa Isaura de Assis, uma das grandes referências das Danças Negras no Rio de Janeiro. O espetáculo tem como objetivo principal reverenciar a trajetória dessa artista que pertence a uma geração que marcou história, auxiliando na constituição e fundação do campo estético, político e artístico das danças negras cariocas.

Sex (03/05), às 19h. Grátis. Livre.

Espetáculo “Cio da Terra”

Em “Cio da Terra”, terceiro espetáculo da Cia Líquida, a artista multidisciplinar Mery Horta dança e performa o primeiro solo de sua carreira. Caverna, corpo-fenda, abertura que cria universos outros a partir das próprias entranhas, Cio da Terra instaura uma ambiência sensorial terrosa, onde são trabalhados elementos do corpo feminino, seus ciclos e inquietações. 

Dom (05/05), às 18h. Grátis. 14 anos.

CineCarioca Nova Brasília

Praça Nossa Senhora de Fátima, Rua Nova Brasília s/nº, Bonsucesso

SIGA @cinecariocanovabrasilia 

Exibição do filme “Contra o Mundo”

Ter a dom, às 17h. R$ 5 a R$ 10. 18 anos. 

Exibição do filme “Ursinho Pooh: Sangue e Mel 2”

Ter a dom, às 19h30. R$ 5 a R$ 10. 18 anos. 

Exibição do filme “Guerra Civil

Ter a dom, às 21h40. R$ 5 a R$ 10. 18 anos. 

Exibição do filme “Godzilla e Kong: O Novo Império”

Ter a dom, às 15h. R$ 5 a R$ 10. 12 anos. 

Biblioteca Euclides da Cunha

Praça Danaides s/nº, Cocotá – Ilha do Governador 

SIGA @bibliotecaeuclidesdacunha 

Troca-Troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre.

Caixeiro Viajante: Doação de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre. 

Biblioteca João do Rio

Av. Monsenhor Félix 512, Irajá 

SIGA @bibliotecajoaodorio 

Troca-troca de Livros 

Seg a sex, das 9h às 17h. Grátis. Livre. 

Pegue e Leve: distribuição de livros 

Seg a sex, das 9 às 17h. Grátis. Livre. 

ZONA SUL

Teatro Café Pequeno

Av. Ataulfo de Paiva 269, Leblon

SIGA @teatrocafepequeno.rio

ESTREIA – Espetáculo “Três Irmãos”

O espetáculo, vencedor do Prêmio Shell 2024 na categoria dramaturgia, segue com as pesquisas da Cia. Cerne sobre as grandes personalidades brasileiras que passaram por sua cidade sede, São João de Meriti, localizada na Baixada Fluminense, região periférica do estado do Rio de Janeiro. 

Desta vez, a companhia se debruça pela passagem de Jorge Amado por Meriti, local onde morou entre 1946 e 1948. “TRÊS IRMÃOS”, espetáculo original livremente inspirado em Seara Vermelha, último romance escrito por Jorge antes de partir para o exílio, narra a história de uma família expulsa das terras onde trabalhava e que sai a pé rumo a São Paulo, experimentando, no trajeto, fome, morte, doenças e tantas outras penúrias. 

Sex e sáb, às 20h, e dom, às 19h. Até 19/05. R$ 20 a R$ 50. 12 anos.

*Dia 05/05 não haverá apresentação.

Teatro de Fantoches e Marionetes Carlos Werneck de Carvalho

Av. Infante Dom Henrique s/no, Flamengo

SIGA @teatrocarloswerneck.rio

Espetáculo “Mala Do Cascudo”

“Mala do cascudo” é uma contação de histórias baseada nos contos populares brasileiros, coletados e registrados por Luís da Câmara Cascudo. Dentre a obra, estão: “A Festa No Céu”, “O Bicho Folharal” e “O Espelho Mágico”, que trazem diversão e lições preciosas às crianças através das mensagens presentes no conto. Todas as apresentações contarão com tradução em LIBRAS.

Dom (05/05), às 10h. Grátis. Livre. 

Teatro Domingos Oliveira 

Planetário do Rio de Janeiro: Av. Padre Leonel Franca 240, Gávea 

SIGA @teatrodomingosoliveira_ 

Evento “Uma ação para Aderbal Freire – Filho”

Em 1989, o diretor teatral Aderbal Freire Filho (1941 – 2023) escreveu um Manifesto à Secretaria de Cultura do RJ para falar da importância de se ter um grupo de teatro (Centro de Demolição e Construção do Espetáculo) e de se ocupar um teatro em ruínas, como era o caso do Teatro Glaucio Gil. Esse manifesto será lido pelas atrizes e atores que compõem esse evento, bem como trechos de uma entrevista que ele concedeu ao crítico uruguaio Rubén Castillo, e que foi publicada em 1985. Há também a voz do Aderbal, permeando essa ação, retirada do programa Espelho, do Canal Brasil.

Qua (08/05), às 20h. R$ 10 a R$ 20. Livre.

Espetáculo “Latitudes dos Cavalos”

Indicada ao Prêmio Cenym em 3 categorias, incluindo Melhor Texto Original. A peça narra o encontro entre dois homens em conflitos amorosos: um deseja terminar um relacionamento falido, enquanto o outro busca reconquistar aquela que ele jura ser o amor da sua vida. Os dois selam um acordo para se ajudar e passam a interpretar um a companheira do outro, numa tentativa de ensaiar o que irão falar para elas.

Sex e sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 05/05. R$ 20 a R$ 40. 14 anos.

Espaço Cultural Sérgio Porto

Rua Visconde de Silva, ao lado do no 292, Humaitá

SIGA @espacosergioporto.rio

Espetáculo “O que vão dizer de nós”

“O que vão dizer de nós” é um espetáculo teatral baseado na célebre peça “La Ronde” de Arthur Schnitzler, dirigido por Luisa Friese e Miwa Yanagizawa. Naturalista em ação, mas não na estrutura, a peça espirituosamente debate o choque de cultura entre diferentes classes sociais, subjetivamente conflitantes, que se entrelaçam em encontros amorosos fortuitos. 

Dez personagens são interpretados por dois atores, Michel Blois e Thiago Catarino e a encenação cria corpos de diferentes culturas que se relacionam naturalmente, para além dos estereótipos e o que antes era representado por casais heteronormativos, agora, casais lgbtqia+ são protagonistas na história.

Qui a sáb, às 20h. Dom, às 19h. Até 12/05. R$ 10 a R$ 20. 18 anos.

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)

Est. Santa Marinha s/no, Gávea

SIGA @mhc.rio

Exposição “Clube” do Pavilhão Maxwell Alexandre 3

São cerca de dez trabalhos inéditos que marcam a estreia de uma nova série de Maxwell, chamada Clube. Em 2023, o artista inaugurou o primeiro Pavilhão Maxwell Alexandre em São Cristóvão, dedicado a apresentar obras mais experimentais e com independência da agenda de instituições. O segundo espaço, inaugurado no mesmo ano e localizado na Via Ápia, na favela da Rocinha, apresentou a série Entrega: one planet. one health

Ter a dom, das 09h às 16h. Até 23/06. Grátis. Livre.

Visita mediada à exposição principal

Todo sábado, às 11h e às 15h, e todo domingo, às 15h. Grátis. Livre.

Celebração na Capela de São João Batista

Todo domingo, às 10h. Grátis. Livre.

Exposição Principal do Museu Histórico da Cidade

Ter a dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

Visitação à Capela de São João Batista

Sáb e dom, das 9h às 16h. Grátis. Livre.

ZONA OESTE

Cidade das Artes

Av. das Américas 5300, Barra da Tijuca 

SIGA @cidadesdasartes_ 

Show “Clube do Samba 45 anos | A Grande Roda”

Dia 5 de maio de 1979. João Nogueira e os maiores compositores e cantores da história do samba se reuniram, em uma casa do subúrbio carioca, para manter viva as raízes da música brasileira.O que começou como um ato de resistência, esse ano comemora incríveis 45 anos de legado e orgulho. Para festejar, no dia 5 de maio de 2024 (domingo), a Família Nogueira apresenta o Clube do Samba – A Grande Roda, na Cidade das Artes, uma grande festa com shows completos de Diogo Nogueira e Xande de Pilares – dois artistas do samba.

Dom (05/05), às 16h. A partir de R$ 42. 18 anos.

Exposição permanente “Maquete de Lego do Rio de Janeiro”

A maquete do Rio feita totalmente em Lego foi construída para homenagear de forma criativa e inusitada a cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Seg a dom, das 10h às 18h. Grátis. Livre.

*O funcionamento da LEGO está sujeito à alteração em decorrência dos eventos realizados na Cidade das Artes. Mais informações: 3325-0102

Areninha Cultural Sandra Sá 

Rua Doze 1, Santa Cruz 

SIGA @areninhasandrasa

Domingo Recreativo para crianças

Um domingo cheio de brincadeiras, desenhos e músicas com as crianças moradoras do entorno do equipamento.

Todo domingo, às 11h. Grátis. Livre.

Areninha Cultural Hermeto Pascoal

Praça Primeiro de Maio s/no, Bangu

SIGA @areninhahermetopascoal

Espetáculo “Bumba meu mito”

Um espetáculo teatral que surge do diálogo entre o Bumba meu Boi e o mito da antiguidade clássica: a lenda do Minotauro, promovendo o diálogo entre as culturas tradicionais, de massa e erudita.

Sex (03/05), às 14h. Grátis. Livre.

Show “Lado B e Palavras Intangíveis”

Show de MPB com  dois artistas independentes da região: Dândi e Geremias Nunes, com o lançamento dos seus álbuns Lado B e Palavras Intangíveis.

Sáb (04/05), às 19h. R$ 15. 14 anos.

Arena Cultural Abelardo Barbosa – Chacrinha

Rua Soldado Elizeu Hipólito 138, Pedra de Guaratiba

SIGA @arenachacrinha

Festival competitivo de dança “Movimentos Dance Festival”

Sáb (04/05), às 10h. R$ 25. Livre.

Sarau Lenita Holtz

Dom (05/05), às 16h. Grátis. Livre.

Areninha Cultural Gilberto Gil 

Av. Marechal Fontenele 5.000, Realengo

siga @lonaggil

Show De Comédia “Desfazendo ideias”, de Felipe Ferreira 

Uma das principais revelações do humor brasileiro, Felipe Ferreira é um artista com visão única para a comédia. Cria do Rio de Janeiro, mais especificamente da Pavuna, é viral nas redes sociais, alcançando números incríveis com suas postagens e textos sempre afiados.

Sáb (04/05), às 21h. R$ 30. 16 anos.

Feira Comunitária de Artesanato e Gastronomia
Quintas, às 15h. Grátis. Livre.

ATIVIDADES FORMATIVAS

(CURSOS, OFICINAS, WORKSHOPS)

OFICINAS FIXAS COM MATRÍCULAS ABERTAS NOS EQUIPAMENTOS:

https://cultura.prefeitura.rio/noticias/oficina-na-cultura/

ZONA SUL

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro (MHC)

Est. Santa Marinha s/nº, Gávea 

SIGA @mhc.rio 

Oficina “Arte e Natureza”

A oficina de artes com educação ambiental, conduzida pela equipe educativa do Museu, oferece uma experiência interativa e enriquecedora que harmoniza a expressão artística com a conscientização ambiental.

Com uma duração máxima de 45 minutos, essa atividade convida participantes de todas as idades a embarcar em uma jornada única de aprendizado e auto expressão. 

Durante a oficina, os participantes têm a oportunidade de mergulhar no mundo natural e explorar suas conexões com a arte visual. O enfoque principal reside na relação íntima entre o ambiente e a expressão artística, demonstrando como a natureza pode se tornar uma fonte inesgotável de inspiração criativa.

Todo domingo, às 9h30. Grátis. Livre.

 CENTRO

Museu de Arte do Rio (MAR)

Praça Mauá 5, Centro 

SIGA @museudeartedorio 

III Fórum de Contadores de História

O Fórum de Contadores de História, realizado pela Escola do Olhar, tem como propósito o compartilhamento de práticas e saberes literários, objetivando o resgate das tradições culturais e aprimoramento de conhecimentos adquiridos e vivenciados pela prática da contação de história. 

Sáb (04/05), às 14h. Grátis. Livre.

Centro de Arte Hélio Oiticica

Rua Luís de Camões 68, Praça Tiradentes, Centro 

SIGA @cma.heliooiticica 

Curso “TEKOHÁ: brasilidades em trânsito”

“TEKOHÁ: Brasilidades em trânsito” propõe trabalhar diversos aspectos da arte e cultura indígena e quilombola a fim de promover uma reflexão sobre outros modos de vida e evocar a reantropofagia brasileira ao reescrever narrativas que ilustraram nosso país.

Quintas, às 15h. Até 27/06. Grátis. 16 anos

Ateliê Fabular: Brincando com formas e texturas

As oficinas artísticas possuem como objetivo apresentar de forma lúdica materiais e texturas existentes no mundo à nossa volta, desenvolvendo o olhar sensível. As oficinas serão ministradas pela artista educadora da sensibilidade Anna Bea Pessanha, idealizadora do Ateliê Fabular que busca a união entre artes, infância e natureza.

Quartas, às 14h. Até 22/05. R$ 80. Livre.

Curso “Ateliê Poético-Conceitual: Estilhaços, Colagens, Constelações”

O curso vai abordar a produção poético-conceitual dos participantes, a partir de sessões de crítica e discussão coletivas orientadas pelo docente. Busca-se fortalecer posturas inconformistas e experimentais frente aos problemas urgentes da contemporaneidade

Toda quarta-feira, das 14h às 17h. Até 28/08 (exceto julho). Grátis. 18 anos.

Curso “Contra-histórias da Natureza (Xenopoéticas)”

O curso propõe pensar sobre a centralidade do conceito de Natureza no pensamento moderno e suas expressões na história da arte ocidental com o objetivo de evidenciar suas contra-histórias.

Quintas-feiras, das 14h Às 17h. Grátis. Livre.

Curso Mirim de Escola de Samba “Axé e Outros Ritmos”


Curso Mirim de Escola de Samba, Axé e outros Ritmos para crianças iniciantes e iniciados utilizando a prática em conjunto no processo de aprendizado. Instrumentos ensinados: surdos, caixa, tamborim, chocalho, agogô, entre outros.

Terças-feiras, às 16h. Até 25/06. Grátis. De 07 a 12 anos. 

Orquestra de Música Didática em homenagem a Gilberto Gil


A Orquestra de Música Didática é um núcleo de estudos e experiências para a formação inicial e continuada de professores de música e integração entre universidade e educação básica. Neste ano, esta ação de extensão tem como foco a obra de Gilberto Gil, enquanto geradora de saberes.

Quintas-feiras, às 14h. Até 11/07. Grátis. Livre.

ZONA NORTE

Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino 115, Tijuca
SIGA @ccoreograficorj 

Seminário SPDRJ

O Seminário tem como finalidade abordar assuntos pertinentes e relevantes para a Dança num todo, neste evento realizaremos mesas de bate papo, aulas práticas e teóricas de algumas modalidades.

Sex (03/05), às 9h30. Livre.

programação:

14h às 17h – Dança em Rede – Rj convida “Diálogos da Dança” / Dança e sua articulação no campo das Artes e da Cultura. Grátis.

17h às 18h30 –  Workshop de Sapateado ( inter/avançado). R$ 25 a R$ 50.

18h30 às 20h – “O Cenário do Sapateado no mundo atual”. Grátis. 

Dom (05/05), às 9h30. Livre.

9:30 as 11h –  Aulão de Charme. R$ 25 a R$ 50.

9h30 as 11h – “Dança de Matizes Africanas”.  R$ 25 a R$ 50.

11h às 12h30 – “Gilberto de Assis e seu legado”. Grátis.

11h as 12h30 – “Composição Coreográfica. Como desenhar os movimentos?” R$ 25 a R$ 50.

11h as 12h30 – “O Papel da Difusão da Dança nos meios de comunicação sobre as danças populares e urbanas” . Grátis.

13h30 – 15h-  “Administração na sua Carreira. Como se organizar e pensar na aposentadoria?”. Grátis.

13h30 – 15h – “Pole Dance e sua vertentes”. Grátis.

Oficina de experimentação e criação Cio da Terra 

Na oficina, voltada para mulheres com ou sem experiência em dança, o trabalho será a partir de laboratórios de criação e experimentação em dança conduzidos pela diretora Mery Horta baseada na temática do espetáculo Cio da Terra que surge em sua pesquisa na relação do útero como microcosmos. 

Sáb (04/05), às 9h30. Grátis. 18 anos.

Oficinas de Dança Afro e Dança Contemporânea

Realização de aulas de dança afro, com Fábio Batista e de dança contemporânea, com Betho Pacheco, para o projeto Oficinas Filhos de Gandhi.

Ter a sex, das 19h às 20h30. Grátis.  14 anos.

Oficina “Aqueles Piques”

Aqueles Piques é um projeto teórico-prático que fomenta a pesquisa, o diálogo e os desdobramentos do encontro entre a dança contemporânea e o passinho, visando apresentar metodologias de ensino e produção em dança, longe das lógicas eurocentradas. O projeto conta com a realização de 4 oficinas gratuitas, com 4 horas de duração, em datas, horários e locais estipulados pela SMC do Rio de Janeiro. Serão ofertadas 20 vagas em chamada pública, para participação no projeto.

Ter e qui, às 16h. Até 09/05. Grátis. Livre.

VI Ciclo do Grupo de Estudos do Centro Coreográfico “Feminismos, testemunhos, decolonialidades e dança”

O Grupo de Estudos do Centro Coreográfico é uma atividade extensionista realizada em parceria com o Departamento de Arte Corporal da UFRJ e o PPGDAN Programa de Pós-graduação em Dança da UFRJ. Desde de 2017 realizamos cinco edições  com temas variados como Dança e Dramaturgias, Corporalidades da América Latina, Educação Somática, dentre outros.

Para a retomada do VI Ciclo o tema Feminismos, testemunhos, decolonialidades e dança nos convoca a pesquisar ativamente o acervo da midiateca do Centro Coreográfico.

Encontros mensais, das 14h às 17h. Até 20/10  Grátis. 18 anos.

Curso somente para inscritos

inscrições em: https://centrocoreografico.wordpress.com/2024/03/06/vi-ciclo-do-grupo-de-estudos-do-centro-coreografico-feminismos-testemunhos-decolonialidades-e-danca/

Centro da Música Carioca Artur da Távola

Rua Conde de Bonfim 824, Tijuca 

SIGA @centrodamusicacarioca 

Oficina de Lançamentos Musicais com Mario Camelo

Workshop gratuito com o jornalista Mario Camelo, onde ensinará os passos básicos para artistas iniciantes aprenderem a lançar suas músicas. A oficina é direcionada a artistas que estão começando e pessoas em geral que querem tirar dúvidas sobre lançamentos musicais.

Ter (07/05), às 18h. Grátis. 14 anos.

Arena Cultural Fernando Torres

Rua Bernardino de Andrade 200, Madureira

SIGA @arenafernandotorres

Oficina e roda de conversa ”Um pássaro não é uma pedra”

Artistas de ascendências árabe, judaica e afro-brasileira se encontram para contar sobre o Teatro de Pedra e o Teatro da Liberdade, projetos de teatro comunitário no campo de refugiados de Jenin, na Palestina. As experiências revelam as frestas e alianças possíveis, mas também os paradoxos das diferenças étnicas, religiosas e de nacionalidades. 

Sex (03/05), às 10h. Roda de conversa, às 20h. Grátis. 16 anos.

Vivências culturais do jongo da serrinha

Nesta vivência cultural, o público terá a oportunidade de vivenciar toda a cultura do Jongo da Serrinha junto aos seus jongueiros entendendo a força e potencialidade do jongo, patrimônio imaterial tombado pelo IPHAN. 

Qua (08/08), às 17h. Grátis. Livre.

Oficina de práticas corporais / Dança – Teatro

Qua (08/08), às 10h. Grátis. 18 anos.

Areninha Herbert Vianna

Rua Ivanildo Alves, s/n° – Nova Maré- Maré

SIGA @areninhadamare

Escola de letramento racial | Areninha de portas abertas 

Areninha de portas abertas é uma ação na qual é cedido o espaço da areninha para uso de organizações, grupos e etc, do território.  Para a ocasião será realizada a aula inaugural da escola de letramento racial, projeto oferecido e coordenado pela Casa preta da Maré.

Sáb (04/05), às 13h. Grátis. Livre.

ZONA OESTE

Cidade das Artes

Av. das Américas 5300, Barra da Tijuca 

SIGA @cidadesdasartes_ 

Masterclass de Percussão

Aula com Aquim Sacramento, graduado na UNESP (2012-2015), Mestre pela UFBA (2016-2018) e Doutor pela UFMG (2019-2023). Já ministrou oficinas e concertos em duas universidades dos Estados Unidos, no XXI Festival Internacional de Percusión Patagonia como professor e performer, na UNESP, na UFPB, na FAM (Belém), na UPF. Se tornou um dos representantes da marca Alves Percussion e estreou o Duo VibraCor, de vibrafone e violão, com Ricardo Camponogara.

Seg (06/05), às 14h. Grátis. Livre.

Link Inscrição Gratuita: 

https://forms.gle/ykaDJQ7XR457GqG

Em noite histórica, milhares de pessoas vão à Copacabana celebrar carreira de diva do pop. Crédito: Fernando Maia

Madonna arrasta 1,6 milhão de pessoas para Copacabana

Sábado, 4/5: um dia que será marcado no calendário da cidade como um evento histórico. Com a Operação Madonna integrando diversos órgãos da Prefeitura do Rio desde o dia 29/04 – com vigor até 06/05 – a Riotur ampliou o atendimento turístico nos postos de informação, com aumento no efetivo do receptivo, e carga horária estendida. Além, de coordenar e acompanhar a implementação das estruturas, e toda a execução operacional dos órgãos públicos que deram suporte ao show. A Riotur destaca ainda que todo o planejamento prévio foi fundamental para a acomodação de todos que vieram à orla.

”Seguindo a recomendação da Prefeitura e esforço dos órgãos, as pessoas chegaram com bastante antecedência ao show, e ainda por volta das 20h, mais de um milhão de pessoas já estavam acomodadas nas areias. Com o início da apresentação, chegamos ao número recorde de 1,6 milhão de pessoas, nesse que se tornou um show histórico”, comenta Gustavo Mostof, vice-presidente da Riotur.

Os postos de informações localizados nos aeroportos Santos Dumont e Galeão; na Rodoviária do Rio e nos postos 2 e 5 de Copacabana atuaram em grande escala oferecendo as principais orientações para quem veio assistir o show. Postos volantes foram criados em outros pontos do bairro de Copacabana e também em pontos turísticos como Pão de Açúcar, Cristo Redentor, entre outros.

Com o compromisso de oferecer a melhor experiência ao público, a Riotur também está coletando, desde o dia 01/05 até o dia 06/05, dados sobre a experiência de turistas e residentes na cidade. Através de um card em QR Code, os participantes podem responder a um rápido questionário, em inglês e espanhol, que vai avaliar o nível de satisfação com as informações turísticas oferecidas na cidade. Como brinde, cada participante receberá, ao final da pesquisa, um código com 10% de desconto no site Destinow, plataforma de venda de tíquetes para atrativos turísticos em todo o Brasil. A pesquisa está disponível nos postos de informação turística, também nos quiosques da Orla Rio, principais pontos turísticos, e hotéis de Copacabana e Leme.

Terreirão do samba

Terreirão do Samba recebe ônibus fretados para show da Madonna

Os ônibus fretados a caminho do Rio para o show da cantora Madonna vão ser estacionados no Terreirão do Samba. No início desta manhã, a Prefeitura monitorou cerca de 200 ônibus nas rodovias com destino à cidade.

Esses veículos fretados não poderão entrar em Copacabana. Nos acessos ao bairro há bloqueios funcionando que impedem o estacionamento deste tipo de ônibus e já nas rodovias serão orientados a se dirigir ao Terreirão do Samba.

A orientação é para que os passageiros desses ônibus, após desembarcarem, utilizem o Metro da Praça Onze para chegar à Copacabana.

A operação para estacionar os ônibus no Terreirão do Samba seguirá o modelo bem-sucedido adotado durante a Copa do Mundo de 2014 e a final da Copa Conmebol Libertadores, em 2023.

O Terreirão do Samba fica na Rua Benedito Hipólito, n°66 – Centro.

Túnel está envelopado com chamado para show. Foto: Caiano Midam

Tem dúvidas? Veja como será esquema para show da Madonna em Copa

Quanto mais se aproxima, mais ansiosos ficamos com a expectativa do show da rainha do pop Madonna! A cantora, que já está no Rio de Janeiro desde o dia 29/4, promete fazer da Orla de Copacabana, uma pista de dança efervescente, colocando 1,5 milhão de pessoas para balançarem ao som dos sucessos de sua carreira. E não é pouco: são 40 anos ditando o que vai fazer todo mundo mexer!

E é claro: para os fãs mais apaixonados, o clima é de euforia, afinal de contas trata-se de um show que antes mesmo da apresentação, é histórico. Para que tudo saia do jeito certo e você curta totalmente a atmosfera do encontro, se liga só no que você precisa saber. Anota tudo e vem fazer essa festa com a gente!

Não pode acampar na areia!

Está proibido acampar na areia dias e horas antes da apresentação da ícone pop. Mas calma: o palco apresenta 812 m², com três passarelas. A central com 22 metros de extensão tem 2,40 metros de altura do chão. É Madonna chegando bem pertinho de você, já imaginou?

Não pode levar vidro!

A Prefeitura do Rio proibiu a venda de alimentos e bebidas em recipientes de vidro na faixa de areia das praias cariocas. A regra foi publicada há um mês e vale para o megashow! Também está proibido o uso de armas de fogo ou armas brancas de qualquer tipo (facas, canivetes etc.); guarda-chuvas; objetos perfurantes ou cortantes; fogos de artifício, drogas ilegais; bandeiras ou cartazes contendo mensagens ou símbolos com divulgações comerciais; além de drones de qualquer tipo.

Não pode estacionar na Orla!

Desde as 18h de quinta-feira, dia 2, o estacionamento nas ruas de Copacabana e no entorno estará proibido. No sábado, a partir das 18h, carros particulares (inclusive de moradores) estarão proibidos de acessar e de circular no bairro. A restrição de horário também vale para carros de aplicativo! A liberação só ocorre no dia seguinte ao show, na manhã de domingo, dia 05/5, às 6h.

Vá de metrô!

O metrô vai reforçar o número de trens a partir das 15h da tarde de sábado. E para evitar uma superlotação, o serviço será ampliado. No retorno, as estações Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo vão funcionar só para embarque, com acesso permitido até às 4h. As demais estações, a partir de meia-noite, funcionarão apenas para desembarque.

Vá de ônibus! 

No sábado, os ônibus comuns, assim como os táxis, podem circular apenas até as 19h30. A partir deste horário, a circulação e os acessos do tráfego ao bairro serão completamente proibidos.

Especial Terminal Gentileza 

Uma linha especial de ônibus vai ligar o Terminal Gentileza, na Região Central do Rio, a Copacabana, com desembarque na Avenida Princesa Isabel. Não haverá paradas. O passageiro receberá uma pulseira no embarque para identificação no retorno.

A passagem de ida e volta custará R$ 8,60, com a compra feita através da plataforma digital Jaé. O serviço começa 13h, e a volta, desde a enseada de Botafogo, será de meia-noite às 4h.

Integração VLT

Pelo Centro, para facilitar o deslocamento com o Metrô, o VLT terá operação especial da Linha 1 (Santos Dumont x Terminal Gentileza), com circulação 24h; os intervalos são de 20 minutos. O recomendado é que os passageiros desçam nas estações Carioca ou Cinelândia. A passagem do VLT custa R$ 4,30, e cada passageiro deve ter o próprio cartão para validação no momento do embarque. São aceitos os cartões das operadoras RioCard e Jaé.

BRT

Mora nas zonas Norte e Oeste? Vai de BRT? Então se liga! O sistema vai funcionar 24h! De meia-noite às 4h, não será interrompida a circulação das linhas:

Corredor Transoeste: linha 11 (Alvorada x Santa Cruz); linha 17 (Campo Grande x Santa Cruz); e linha 22 (Alvorada x Jardim Oceânico).

corredor Transolímpica: linha 50 (Jardim Oceânico x Centro Olímpico); e linha 51 (Deodoro x Recreio).

Corredor Transcarioca: linha 35 (Paulo da Portela x Alvorada); e linha 38 (Galeão x Alvorada).